Reprodução

 

O motorista envolvido no grave acidente que deixou seis mortos na PR-082, entre Lunardeli e Jardim Alegre, no Norte do Paraná, disse à polícia nesta quinta-feira (10) que pelo menos duas das motocicletas envolvidas invadiram a sua mão. Segundo a Polícia Civil, o motorista do caminhão tem 69 anos e atua na profissão há 45, sem antecedentes de envolvimento e outros acidentes.

À Banda B, o delegado Gustavo Dante explicou que o motorista passou pelo teste do bafômetro e o resultado não apontou qualquer uso de álcool. “O caminhão foi encontrado na outra pista, mas a situação bate com a versão dele e as marcas dos pneus também. Aqui ele garantiu que estava em uma velocidade compatível com a via quando pelo menos duas das motocicletas teriam invadido sua mão. Com a frenagem, ele teria invadido a pista contrária, e atingido mais veículos”, comentou.

O grupo de motociclistas seguia de Ivaiporã para São João do Ivaí, para uma festividade conhecida como Feira da Lua. Dante confirmou que as motos não eram de grande potência, mas que eram estilizadas para passeios.

Segundo o delegado, ainda é prematuro afirmar o que aconteceu no local, mas toda a perícia foi realizada. “Vamos aguardar esse resultado agora e ouvir os sobreviventes, assim poderemos confirmar o que aconteceu”, concluiu Dante.

Além dois seis mortos, duas pessoas ficaram feridas. Os mortos foram identificados como: Juan Pablo Nogueira, de 19 anos; Felipe Roger Mendonça, 26 anos; Aline Gomes de Oliveira, 22 anos; Matheus Sathler Ramos, de 20 anos; Felipe Dias dos Santos, de 25 anos, e Renan Cesar Silvestre Basniack, de 20 anos.

Um inquérito foi aberto e a Delegacia de Ivaiporã investiga o caso.