Bebê estava no hospital por ordem da Vara da Infância e da Juventude

 

Uma mãe foi conduzida pela Polícia Militar à 13ª Subdivisão Policial por descumprir uma ordem judicial e sair do hospital com o filho recém-nascido. Na noite desta terça-feira (30), por volta das 22 horas, a PM foi chamada para atender o caso do sumiço de um bebê, em uma maternidade localizada no Centro de Ponta Grossa. Segundo relato de uma enfermeira à polícia, a mãe da criança teria entrado no hospital e levado o bebê, que havia nascido no último domingo (28).

No entanto, o bebê estava retido no hospital por ordem da Vara da Infância e da Juventude. Isso porque a mulher é moradora de rua, recebe acompanhamento assistencial e não teria condições de criar o filho. As buscas da PM terminaram no início da tarde desta terça-feira (31). Mãe e filho foram encontrados foram encontrados no Bairro Lagoa Dourada.

O bebê foi devolvido ao hospital e a mulher encaminhada à delegacia, para prestar depoimento. Ela alegou não saber da ordem judicial.

Conselho Tutelar

Logo após o sumiço do bebê de apenas três dias, o hospital acionou, junto com a Polícia Militar, o Conselho Tutelar. O órgão vai acompanhar o caso e uma investigação deverá ser aberta dentro do hospital para apurar como a mãe, que é moradora de rua, conseguiu entrar na maternidade e pegar a criança.

Para mais informações sobre os Campos Gerais acesse o Portal A Rede clicando aqui.