(Foto: Djalma Malaquias – Banda B)

O início das aulas nas escolas públicas e universidades fez com que a segunda-feira (20) tivesse um aumento considerável no trânsito em Curitiba. Diversos pontos de congestionamento foram registrados, em especial em locais próximos às instituições de ensino. Além do trânsito, outra expectativa é com relação a paralisação da APP-Sindicato, de forma facultativa, que pode afetar o ínicio das aulas nos colégios estaduais.

A estudante Érica Fonseca, do Colégio Estadual do Paraná (CEP), disse à Banda B que a expectativa é de que as aulas aconteçam normalmente. “A expectativa é grande, ano de vestibular, então a gente fica ansiosa. Falaram para nós que vai acontecer tudo normalmente, sem paralisação”, disse.

Com relação ao trânsito e inicio das aulas, o secretário de Defesa Social, Guilherme Rangel, descreveu que haverá um reforço em toda a cidade. “Reforço na orientação aos motorista e também aos pedestres, especialmente no uso de fones de ouvido na hora de atravessar a rua. Estamos formando um grupo de apoio para isso”, afirmou.

Possível paralisação

A APP-Sindicato, que representa os professores da rede estadual, anunciou que paralisará as atividades nesta segunda-feira (19) em um protesto contra a Reforma da Previdência, do governo federal. A participação nos atos, no entanto, é facultativa e cada servidor decide se vai cruzar os braços ou não. Por isso, não é possível detalhar quais colégios ficarão sem aula.

A greve, convocada pela Central Única dos Trabalhadores (CUT), acontece em âmbito nacional e deve envolver outras categorias. Em Curitiba, às 8h da manhã haverá panfletagem no Terminal Guadalupe, na esquina das ruas Marechal Deodoro e João Negrão.

Notícia Relacionada: