Corpo foi recolhido pelo IML. Foto: Banda B

 

A Polícia Científica foi acionada na manhã desta quarta-feira (13) após a confirmação de um homem morto embaixo da marquise de uma loja, próxima ao prédio da Justiça Federal, no bairro Ahú, em Curitiba. No local há muita concentração de polícia e também da imprensa para o depoimento do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva ao juiz Sérgio Moro.

A vítima tinha 51 anos e era portador da doença delirium tremens, quando há um quadro bastante grave em indivíduos dependentes de álcool. O homem foi identificado como Deanir Pereira da Cruz e, a princípio, segundo moradores, parecia estar dormindo na calçada. Após horas no mesmo local, vizinhos resolveram acionar a polícia. Dentro do bolso da calça havia um laudo médico sobre a doença. Rapidamente, o Instituto Médico Legal (IML) de Curitiba foi acionado e fez o recolhimento do corpo do homem.