O caminhão envolvido no acidente seguia para Rio Branco do Sul, carregado com calcário. (Fotos: Flávia Barros – Banda B)

 

Um grave acidente entre um caminhão e um carro deixou uma pessoa morta no Contorno Norte, em Curitiba, no começo da tarde desta sexta-feira (26). O caso aconteceu próximo à Avenida Francisco Gulin, que dá acesso ao bairro de Santa Felicidade.

O motorista do caminhão, que é paraguaio e estava com os filhos, disse a um morador da região que seguia sentido Almirante Tamandaré quando um veículo Palio teria invadido a pista contrária em alta velocidade. Com o impacto, o condutor do carro não resistiu e morreu ainda no local.

A vítima foi identificada preliminarmente como Darci Proencio, de 38 anos. Ele era morador de Campo Magro, na região metropolitana, e trabalhava como eletricista na Fundação de Ação Social (FAS) do Campo Comprido, na capital. Ele tinha saído para buscar a filha no hospital no momento da colisão.

As duas pistas foram bloqueadas e ainda não há previsão para que elas sejam liberadas, já que há muito óleo na estrada. “Houve um derramamento gigantesco de diesel do motor, o que impossibilita a liberação das vias. Nós colocamos cal e terra dos barrancos próximos para estancar o óleo e outro caminhão que carregava serragem também parou para nos ajudar. Como parte do caminhão está na lateral da via, provavelmente uma das pistas ficará interditada por mais tempo”, explicou o tenente Nikolas Kaneko, do Corpo de Bombeiros, em entrevista à Banda B.

Moradores da região afirmaram que esse trecho já é conhecido há muito tempo pelo alto número de acidentes fatais. “Se eu tivesse 10, 20 mãos não conseguiria contar nos dedos as mortes que aconteceram aqui. Eu não sei se é só imprudência ou se falta alguma sinalização. O caminhoneiro contou que o carro vinha em alta velocidade e ele tentou desviar, mas não conseguiu. É mais uma tragédia que ocorre nesse trecho”, afirmou Angelino Ribeiro, que mora perto do local do acidente.

A Polícia Científica foi acionada para fazer a perícia e o recolhimento do corpo, que ficou preso nas ferragens. Após ser resgatado, ele deve ser recolhido ao Instituto Médico Legal de Curitiba. As causas da ocorrência serão investigadas pela Polícia Civil.