Foto: Divulgação SEMA

 

O governo do estado lançou nesta sexta-feira (26) o projeto de revitalização e modernização da orla de Matinhos, no Litoral do Paraná. Está prevista a engorda da praia, além de diversas outras obras de proteção e combate à erosão marinha. O projeto inclui, também, intervenções na Avenida Juscelino Kubitschek.

O governador Beto Richa autorizou o início dos procedimentos para a realização do projeto. “Uma grande iniciativa, que atende a forte demanda da população de Matinhos. Vamos recuperar a faixa da orla que o mar levou na grande ressaca registrada há quase dez anos”, afirmou.

O investimento previsto na recuperação da orla é de R$ 300 milhões. Nas obras na Avenida JK, conhecida como Contorno de Matinhos, serão investidos R$ 32 milhões. Os novos projetos, ressaltou Richa, incluem-se no conjunto de melhorias feitas pelo governo no Litoral nos últimos sete anos. “Estamos seguindo à risca o compromisso que assumimos de transformar essa região, grande anseio dos moradores e veranistas”, afirmou, lembrando também das medidas recentes para a construção da ponte na baía de Guaratuba e dos R$ 482 milhões investidos em saneamento no Litoral.

Para o prefeito de Matinhos, Ruy Hauer, as obras vão mudar o município e a região. “São obras importantíssimas para Matinhos, muito esperadas”, disse ele. “O próprio canal, que é na entrada do município vai ficar uma maravilha”, afirmou.

Obras

O trabalho para proteção da orla e recuperação da erosão marinha em Matinhos abrangerá cerca de três quilômetros, entre a avenida Augusto Blitskow e a rua Francisco Brener. O Instituto das Águas do Paraná já investiu em torno de R$ 1 milhão para a elaboração do projeto executivo.

A Avenida JK será inteiramente revitalizada. O projeto prevê obras em 2,4 quilômetros, com dragagem e canalização do Rio do Drago, contornos, rotatória, ciclovias e calçadas, passagens elevadas e implantação de semáforo e de sinalização. A previsão do Departamento de Estradas de Rodagem (DER) é lançar a licitação das obras da avenida ainda neste primeiro semestre.