Campanha da Fraternidade começa nesta Quarta-feira de Cinzas (Foto: Divulgação)

 

Foi lançada na manhã desta Quarta-Feira de Cinzas, 14 de fevereiro, a Campanha da Fraternidade da CNBB (Conferência Nacional dos Bispos do Brasil). A data também marca o início da Quaresma, que é o período de preparação para a Páscoa. Neste ano de 2018, o tema da campanha é a ‘Fraternidade e Superação da Violência’.

A proposta da Campanha da Fraternidade deste ano é vencer a cultura do ódio e da violência, tão forte na sociedade atualmente. A partir do reconhecimento dos cristãos de que ‘somos todos irmãos’, a Campanha da Fraternidade deste ano propõe que cada fiel seja o sujeito na construção de outra cultura, de fraternidade e de paz.

A campanha compreende que a questão da violência só pode ser superada pela integração do governo com a população e, considerando que 2018 é ano eleitoral, propõe que a sociedade se mobilize para discutir e refletir de forma crítica as saídas para este desafio. Durante o período da campanha cada paróquia é incentivada a ver, analisar e criar ações que levem os fiéis a se comprometerem com a superação da violência por meio de gestos locais.

O arcebispo de Curitiba, Dom José Antônio Peruzzo, afirmou que as atitudes violentas são sinais de que Deus está tendo pouco significado na vida das pessoas. “O papel da Igreja é trazer a conversão às pessoas e participar de discussão junto com as instituições, buscando saídas e respostas face a este problema tão dramático que se vive com relação à violência. São coisas simplórias que podem ser feitas, como a violência no trânsito, por exemplo”, descreveu.

A Missa de Abertura da Campanha da Fraternidade 2018 acontece às 12h de hoje na Catedral Metropolitana