(Foto: Street View)

 

Um caso semelhante, mas com um final diferente. Uma mulher, de 33 anos, subiu em uma passarela na BR-116, em Fazenda Rio Grande, na região metropolitana de Curitiba, no fim da manhã desta quinta-feira (8), com a intenção de se matar. Diferente do que aconteceu no dia 6 de fevereiro, quando um jovem cometeu o ato extremo após alguns curiosos pedirem para ele se jogar, a mulher teve um verdadeiro ‘anjo‘ em sua vida, que tomou atitude totalmente oposta.

Era por volta das 11h quando a mulher subiu na passarela, nas mesmas cidade e rodovia que o jovem cometeu o suicídio. Um caminhoneiro, que também é pastor, percebeu o que estava acontecendo e não pensou duas vezes, deixou os compromissos para trás e foi ao encontro dela. Ele conversou insistentemente com a mulher e a acalmou, a levando a desistir de cometer o suicídio. Os bombeiros chegaram em seguida e prestaram atendimento à mulher.

Desta vez, o sentimento foi de dever comprido de quem acompanhou toda a negociação A mulher está bem e foi socorrida a uma Unidade de Saúde em Fazenda Rio Grande. O herói anônimo seguiu viagem, deixando a lição de que a humanidade ainda tem jeito.

Notícia Relacionada: