Estadão-1-2-3-1-2-2-1

A Polícia Civil de Estância Velha, na região do Vale dos Sinos, no Rio Grande do Sul, investiga quem atingiu um cão com um golpe de facão. Guri, de 1 ano e meio, como é conhecido o pequeno vira-lata, foi encontrado na tarde da última sexta-feira, 10, por guardas municipais em uma praça da cidade. Ele tinha um facão cravado na cabeça.

guri1(Foto: Arquivo Pessoal – Marisol)

Os agentes municipais tentaram resgatar o cão, que acabou fugindo do local e se escondendo em uma residência nas proximidades da praça. Os guardas municipais conversaram, então, com a dona do cachorro, que o levou imediatamente ao veterinário Guri foi anestesiado e o facão, retirado de sua cabeça.

Nesta terça-feira, 14, o animal deve passar por um procedimento cirúrgico no olho. Seu estado de saúde é estável e inspira cuidados.

Ainda não há suspeito de quem possa ter agredido o animal. Segundo a Polícia Civil, ferir ou mutilar animais domésticos ou domesticados, nativos ou exóticos é crime, conforme lei federal, e o agressor pode cumprir pena de três meses a um ano de detenção, além de multa.