Do Portal Anda

renas

(Foto: Reprodução)

Uma região russa irá assassinar 250 mil renas até o Natal deste ano sob a justificativa de que existem “muitos animais” da espécie.
A população atual de 730 mil renas é considerada “insustentável” e um risco para novos surtos de antraz. As autoridades de Yamelo-Nenets alegam que os animais precisam ser assassinados rapidamente. A medida causa revolta entre ativistas.

Os planos para o assassinato em massa dos animais são completamente brutais e repugnantes. As renas serão eletrocutadas por uma carga de alta voltagem para imobilizá-las enquanto seus chifres são removidos e suas gargantas cortadas.

Frequentemente, o sangue é drenado dos animais e vendido para a China para ser usado em medicamentos tradicionais, incluindo aqueles para impotência.