Da SMCS

Nos primeiros nove dias de trabalho do castramóvel, 1.257 animais – 814 cães e 443 gatos – foram esterilizados no centro cirúrgico itinerante, em duas administrações regionais de Curitiba. O equipamento faz parte do programa municipal de esterilização de animais domésticos da Prefeitura Municipal de Curitiba.

castramovel(Foto: SMCS)

Cães e gatos de tutores de baixa renda dos bairros que fazem parte das administrações regionais Tatuquara e Cajuru foram castrados e microchipados gratuitamente e além de receberem toda a medicação para o pós-operatório.

Neste mês de julho, serão atendidos os animais dos bairros CIC, São Miguel, Augusta e Riviera, todos da Regional CIC. O processo de inscrição acontecerá entre os dias 6 e 18 de julho. O local e horário das inscrições será divulgado em breve no site e no perfil da Rede de Proteção Animal no Facebook. Informações podem ser obtidas pelo e-mail: [email protected]

O castramóvel é equipado com três salas para procedimentos cirúrgicos, com seis veterinários e acompanhamento de uma ambulância UTI para atendimento emergencial. “O atendimento no bairro facilita a adesão da população. Tivemos apenas 20% de faltas nos atendimentos programados para a regional Tatuquara”, conta o coordenador da Rede de Proteção Animal, Paulo Colnaghi.

O controle populacional diminui a ocorrência de zoonoses, de acidentes como mordeduras e até acidentes de trânsito, sem falar nos benefícios para a saúde do próprio cão ou gato, porque previne doenças como o câncer da mama, dos testículos e doenças da próstata ou do útero dos animais.

São atendidos pelo projeto cães e gatos de famílias beneficiadas e inscritas em programas sociais como Bolsa Família, Armazém da Família e por programas da Fundação de Ação Social (FAS) da Prefeitura de Curitiba, além dos animais de protetores independentes e organizações não-governamentais.

Para inscrever os animais no programa de castração, o proprietário ou protetor deve preencher um formulário e assinar um termo de responsabilidade. Os responsáveis passarão obrigatoriamente por uma palestra, que será realizada no local e na hora da castração, para orientações e entrega de medicamentos que serão prescritos no pós-operatório.

Até o fim do ano, o castramóvel passará por todas as dez administrações regionais, conforme calendário que será divulgado no site da Rede de Proteção Animal. Conforme previsto no edital de credenciamento, lançado em fevereiro deste ano, a Rede de Proteção Animal pretende realizar 7 mil castrações de cães e gatos até a o fim do mês de dezembro.