Por Marina Sequinel e Marco Piza

O cão da raça pit bull que foi esfaqueado pelo dono em Araucária, na região metropolitana de Curitiba, está fora de perigo, segundo a veterinária que atendeu o animal. Por enquanto, ele não precisou passar por nenhuma cirurgia e está bem apenas com os curativos.

pit-bullforaPitty foi tratado por uma equipe de veterinária da UFPR. (Foto: Mara Gravinatti)

“Nós estimamos que ele tem entre quatro e cinco anos de idade. Ele sofreu diversas lesões por facadas no rosto, na região cervical do pescoço, no músculo do glúteo e no pulso. Além disso, estava com escoriações na face e na boca, e um dente quebrado, o que indica que ele pode ter também levado um soco”, explicou a veterinária Mara Gravinatti, da Universidade Federal do Paraná (UFPR), em entrevista à Banda B.

Pitty, como é chamado, foi esfaqueado no fim de semana pelo próprio dono. Supostamente embriagado, ele teria tido um surto tomado pelo ciúme da esposa. Além de machucar o cão, que estava amarrado no quintal, ele quebrou todos os móveis da casa, vidros do carro da família, e ameaçou o cunhado. O suspeito foi preso pela Guarda Municipal de Araucária, com uma espingarda e uma faca.

De acordo com a veterinária que atendeu o cão, por enquanto, não há necessidade de que ele passe por nenhuma cirurgia. “Nós conseguimos, só com a mobilização, melhorar o quadro dele. Ainda limpamos todos os ferimentos e fizemos os curativos. Ele está até abanando o rabinho, por enquanto está fora de perigo”, concluiu.

Ele deve continuar o tratamento na clínica veterinária da UFPR.

Notícia relacionada

http://www.bandab.com.br/jornalismo/homem-e-preso-depois-de-surtar-ameacar-cunhado-e-esfaquear-cachorro/