A vida nos grandes centros infelizmente fez com que as pessoas apesar de viverem muito próximas das outras, em sua grande maioria não conhecem nem o vizinho que mora ao lado e muitos apenas os conhecem de vista, mas nunca “arrumaram” um tempo para se apresentar ou procurar conhecê-los pessoalmente.

Esse isolamento acaba propiciando um aumento da insegurança, pois como diz o ditado popular “a união faz a força” e se as pessoas conversassem mais e interagissem mais, com certeza haveria uma troca de informações sobre o que ocorre em sua rua e sem perceber estariam aumentando a segurança de todos que lá residem.

E como fazer isso?

O primeiro passo é alguém tomar a iniciativa e falar com todos os moradores da rua, trocarem os telefones para que em caso de perceberem que algo anormal está ocorrendo, terem como se falar em e poderem repassar o que está ocorrendo ou até mesmo o que já ocorreu.

O segundo passo através dessa união é instalar câmeras externas as quais estarão conectadas em um único sistema, onde com um simples aplicativo todos os moradores terão acesso a todas as câmeras para observar o que ocorre na sua rua e assim poderem controlar qualquer movimentação suspeita e se protegerem mutuamente.

Agindo dessa forma terão uma segurança de alta qualidade com um custo muito baixo, porém, muito eficaz.

Caso queiram mais detalhes de como implantar esse sistema e passarem a ter uma melhor segurança em sua rua e poderem viver com um pouco mais de tranquilidade, é só enviarem suas dúvidas para [email protected]

Cada ponto em vermelho seria uma câmera, ou seja, toda a rua monitorada a um baixíssimo custo. Não adianta esperar o Estado, pois nunca

farão isso na sua rua. Tomem a iniciativa e aumentem a segurança da sua comunidade.

Mas nunca esqueçam que PREVENIR é sempre o melhor remédio. Para ver outras dicas de segurança, acesse www.coronelcosta.com.br