O toque de recolher foi criado na Europa durante as guerras para proteger o cidadão, fazendo com que os mesmos ficassem em casa após uma determinada hora, a fim de pretegê-los dos bombardeios.

Felizmente não tivemos nenhuma guerra em nosso país, mas infelizmente esse tipo de comando foi adotado pelos traficantes para demonstrar o seu poder em afronta ao Estado e para intimidar e subjugar os moradores de uma região.

Tivemos na CIC – Cidade Industrial de Curitiba, a execução de um traficante com diversos tiros de metralhadora e pistola em plena luz do dia, sendo a sua morte filmada por uma câmera de monitoramento e divulgada posteriormente pelas redes sociais, e como represária os traficantes da área determinaram um toque de recolher usando para tal o WhatsApp.

A população indefesa, sem ter como reagir acabou por obedecer e o comércio fechou as portas, os colégios dispensaram os alunos e o medo se espalhou.

O que mais impressiona é que a SESP – Secretaria de Estado de Segurança Pública do PR declarar que na CIC não existe tráfico de drogas e que a segurança está sob controle.

O crime e o tráfico não são uma exclusividade da CIC, eles estão espalhados em todos os bairros e cidades de nosso Estado e de nosso país.

É muito mais sensato admitir do que negar, pois a negação demonstra a falta de controle do Estado sobre crime e faz com que a população a cada dia que passa acredite menos nos órgãos de segurança, pois sabem que é mentira e que o tráfico existe, pois convivem com ele no seu cotidiano e presenciam diversos tipos de crimes que ocorrem diariamente .

A insegurança da população está cada dia maior e é urgente que algo seja feito, mas com responsabilidade e seriedade, pois não é negando simplesmente os fatos que a segurança irá melhorar, muito pelo contrário.

A população merece mais respeito e consideração, pois é inadmissível que marginais façam com que o cidadão fique trancado em casa com medo e o Estado demore tanto para dar uma resposta, assegurar a sua segurança e sua liberdade de ir e vir.

E nunca esqueçam prevenir é sempre o melhor remédio.

Para acessar outras dicas acesse www.coronelcosta.com.br