Arrastão em ônibus na RMC – Foto: Araucaria no Ar

Falando de segurança

Os governantes vivem fazendo promessas de melhoria no serviço de transporte público e pedindo para a população deixar os carros em casa e andarem de ônibus para melhorar o trânsito e todos poderem ir e vir para o trabalho ou outros deslocamentos com um custo menor e maior rapidez.

. Como a crise está “feia” e todos sentem no bolso a diminuição do poder aquisitivo, andar de ônibus é na pratica a única forma de economizar um pouco, mas apesar da crise, os que podem, resistem em andar de ônibus devido à falta de segurança e qualidade do transporte público.

Em Curitiba a frota de ônibus está velha e a insegurança no interior do ônibus aumentando, isso é uma combinação que afasta os usuários.

As empresas aos poucos estão eliminando totalmente a circulação de dinheiro nas passagens, assim os marginais mudaram o foco do assalto ao cobrador, que não tem mais dinheiro e em muitos casos nem cobrador não tem mais, para os usuários, de quem roubam seus pertences e o pouco dinheiro que carregam.

A para as empresas de ônibus e para o próprio município está cômodo, porque eles não estão tendo prejuízo, mas para o cidadão que vê no dia a dia o número de assaltos no interior dos coletivos aumentando, o medo e a insegurança só aumentam.

Aí perguntamos, o que estão fazendo para reverter esse quadro e dar segurança para os usuários?

NADA!

Uma solução simples seria instalar câmeras no interior dos ônibus, mas a desculpa é que não está previsto no contrato e a frota é muito grande, mas porque não instalam um sistema de câmeras móveis que possam ser remanejadas e assim através de uma avaliação das linhas e horários de maior incidência de assaltos, fazerem operações direcionadas visando prender os assaltantes, que com certeza sempre são os mesmos, porque não há nenhuma

ação contra eles e se sentem a vontade para praticarem regularmente seus assaltos, quase que com hora e local marcado.

Dessa forma o custo é pequeno e não haveria desculpas, pois enquanto quiserem que se coloquem câmeras em todos os ônibus, nada será feito.

Para tirar dúvidas mande um e-mail para [email protected] e para ver outras matérias, acesse www.coronelcosta.com.br