Uma pergunta que deveria ser simples de responder, infelizmente não é uma resposta que todos irão responder da mesma forma.

A nossa sociedade está com um alto grau de insegurança e essa insegurança se faz decorrente do que acontece com os nossos representantes legais, onde vemos diariamente nos noticiários denúncias de corrupção envolvendo aqueles que deveriam representar a sociedade e proteger os interesses públicos.

Essa gama de falcatruas acaba atingindo todos os segmentos e nesse contexto também entra a polícia, quer seja a Polícia Militar, a Polícia Civil, a Polícia Federal, a Polícia Rodoviária Federal ou as Guardas Municipais, que independente de sua quase totalidade de integrantes honrarem a farda que vestem acabam tendo sua integridade atingida por alguns poucos que usam da função para atos ilícitos e é nesse ponto que devemos começar a refletir sobre o que podemos e devemos fazer para reverter esse quadro.

E a resposta é apenas uma, temos que usar o exemplo que teve origem em nosso Estado através da Operação Lava Jato onde independente do “poder” dos envolvidos a lei está sendo aplicada em seu rigor.

Mas para que tenhamos condições de que essa iniciativa não acabe em “pizza” cada cidadão deve nas próximas eleições dar o primeiro passo em busca de uma mudança e para melhor, através da escolha de nossos representantes municipais – vereadores e prefeitos, escolhendo candidatos que realmente trabalhem em prol do povo, para que em 2018 numa segunda etapa de uma moralização, possamos escolher deputados estaduais e federais, senadores, governadores e Presidente, para que sejam eleitos para fazerem um trabalho realmente serio em prol da sociedade, através da formulação ou reformulação de nossa legislação para que ela realmente de suporte para que nossos policiais tenham amparo para poder atuar e ver o resultado de seu trabalho sendo traduzido em um aumento da segurança e consequentemente uma maior responsabilização daqueles que não cumprirem a lei, pois ai sim a primeira pergunta terá uma resposta unânime, e possam confiar em sua polícia, pois hoje da forma que está o policial não se sente seguro em atuar, pois a legislação atual é ineficiente e ineficaz onde o marginal sempre está em vantagem quer seja em relação ao trabalho da polícia ou a integridade da população e essa insegurança legal acaba em alguns casos corrompendo em virtude do descrédito na nossa justiça.

Por isso é fundamental uma atitude séria da população, pois é fundamental a participação e comprometimento da população coo um todo.

Para ver outras matérias, acesse www.coronelcosta.com.br