Em nosso país é comum todas as pessoas falarem que o ano só começa depois que o carnaval acaba, já que dependemos dos políticos que não trabalham e nem o judiciário que tira dois meses de férias e nesse período só atuam com plantões.

E enquanto isso nas ruas de nossas cidades a população continua indefesa e abandonada a própria sorte.

As cenas que continuamos a ver com nossos próprios olhos ou através dos noticiários são crimes e mais crimes sendo cometidos e praticamente ninguém sendo condenado por esses crimes.

E essa impunidade que sempre falo e repito é o que faz com que a violência aumente, e como sempre de vez em quando escolhem um caso para concluir e usam para fazer um verdadeiro “carnaval” para demonstrar que o Estado funciona e que o crime está sob controle.

E quando a população ou a própria polícia começa a reclamar além do limite aceitável, em vez de ser providenciado uma solução para resolver o problema, o que vemos é simplesmente trocar o Secretário de Segurança, como se uma simples mudança de nome fosse resolver os problemas.

Nessa última troca, a desculpa foi a falta de estrutura para o IML recolher um corpo que ficou várias horas no asfalto porque não tinha viatura para ir buscá-lo. Mas se a troca fez aparecer novas viaturas, a resposta é não.

E o que nossos governantes não percebem é que se falta estrutura é porque os recursos são mal investidos e quando investidos corretamente, também não adianta muito, pois a polícia na prática vive apenas “enxugando gelo”.

Basta apenas usar um pouco da memória para lembrarem de que os presos, são sempre os mesmos, pois a polícia prende, mas em virtude de nossas leis ineficientes e excesso de direito para os marginais, ninguém mais fica preso por muito tempo nesse país.

Mas nunca esqueçam que PREVENIR é sempre o melhor remédio.

Para dúvidas ou sugestões de pauta, escrevam para [email protected]