cartao

A criatividade dos marginais não tem limites. A última estratégia utilizada para enganar suas vitímas é com o cartão bancário de débito / crédito.

Como aplicam o golpe?

Através do acesso a bancos de dados clandestinos, conseguem as informações das vítimas e ai ligam para a pessoa informando que foi efetuada uma compra num valor alto e que pelo perfil de gastos da conta do cartão do banco, o sistema bloqueou o cartão por questões de segurança.

A pessoa então é induzida pelos marginais a repassar algumas informações com a desculpa de que tais dados são necessários serem confirmados para poderem realmente bloquear o cartão e fornecer outro sem nenhum problema, nem custo, e nesse momento muitas pessoas preocupadas em não ficarem com o prejuízo, acabam por passar as informações solicitadas e digitar no telefone a senha do banco.

Na sequência orientam a pessoa a cortar o cartão, mas tomando o cuidado de cortar ao meio a “bandeira com a logomarca do banco”, pois assim o cartão estará inutilizado e que na sequência um moto boy irá passar para recolher o cartão para o encaminhar para a perícia.

Os marginais então com os dados das vitimas e com a senha do cartão, após o pegarem, o colam para poder ser novamente usado, pois o que inutiliza o cartão é danificar o “ship” que todo cartão tem, mas como as vítimas são induzidas a cortar do lado oposto ao do “ship”, danificando a logomarca do banco, o cartão tem como ser utilizado e a vitima só vai perceber quando for pagar a fatura do cartão ou verificar o saldo quando da realização de um saque ou pagamento de conta.

Por isso nunca informem dados pelo telefone, pois os bancos nem as operadoras de cartão fazem esse tipo de contato.

Outro cuidado a observar é verificar se o número que está chamando é um número bloqueado ou um número convencional, pois é outra informação  que se constatada, significa GOLPE.

E nunca esqueçam prevenir é sempre o melhor remédio.
Para acessar outras dicas acesse www.coronelcosta.com.br