Falando de segurança

Rotineiramente vemos grandes operações da polícia para cumprir mandados de prisão ou para fazer operações que dão destaque na mídia.

Isso é necessário?

É!

Pois umas das funções da polícia é mostrar para a população e para os marginais que sua estrutura é grande e que tem poder de ação. Isso serve para que os marginais respeitem a ação da polícia e para que a população tenha uma sensação de segurança no seu dia a dia.

Mas só isso não faz aumentar a segurança. O que faz com que a segurança seja efetiva é um amplo trabalho na área da segurança, usando os setores de inteligência da Polícia Militar e da Polícia Civil.

Na PM o trabalho deve ser voltado para identificar os locais onde estão ocorrendo os crimes, e aumentar o policiamento preventivo com rondas e presença, para evitar que novos crimes ocorram no mesmo local.

Na PC o trabalho deve ser voltado para agilizar os processos dos presos que são encaminhados pela PM para que no menor prazo de tempo possível, possam ser esses marginais levados a julgamento. E nos casos em que não há presos fazer investigações visando identificar a autoria e coletar materialidade para poder pedir um mandado de prisão e prender o marginal para que ele realmente responda pelos seus crimes.

Se cada instituição focar na sua atividade fim, PM – policiamento preventivo e ostensivo e a PC – investigação, com certeza teremos uma melhor segurança.

E como a população pode ajudar?

Fazendo denúncias, que podem ser anônimas para não colocar em risco o cidadão que quer ajudar.

Temos um programa para denúncias no Paraná, o Disque Denúncia 181, pena que muitos nem sabe que ele existe porque o governo para de divulgar, e hoje o que tem de propaganda é para informar que é para denúncia contra crianças e adolescentes, mas na pratica recebe denúncias de todos os tipos.

Para tirar dúvidas mande um e-mail para [email protected] e para ver outras matérias, acesse www.coronelcosta.com.br