Agentes Penitenciários tomados como reféns em rebelião em presídio parece notícia repetida, mas infelizmente sempre são notícias atuais.

Há poucos dias acompanhamos uma rebelião em Cascavel e na última quarta-feira, 10 de setembro, uma rebelião em Cruzeiro do Oeste onde novamente um Agente Penitenciário foi utilizado como “moeda de troca” nas negociações.

Posso até parecer repetitivo, pois já escrevi vários artigos sobre o mesmo tema, porém, não posso me calar vendo o desmando que está implantado em nosso sistema penitenciário, pois os presos simplesmente dominaram o ambiente carcerário e se tornaram “senhores do sistema”, pois independente das atrocidades que venham a cometer como foi o caso ocorrido em Cascavel, onde ao término da rebelião que durou 45 horas, o presídio foi praticamente destruído e resultou na morte de cinco presos, mas infelizmente o que se percebe é que nenhuma providência mais enérgica está sendo tomada pelas autoridades responsáveis pela gestão dos presídios.

Não é admissível que ao final de cada rebelião, simplesmente o Agente Penitenciário que foi usado como uma “marionete” no jogo da negociação continue trabalhando nessas condições, onde pelo que sabemos, muitos estão trabalhando sobre estresse extremo e com vários problemas psicológicos decorrentes da instabilidade emocional resultante de terem que trabalhar sem condições mínimas de segurança e os presos sempre saiam dessas rebeliões como vencedores ao final, zombando não só daqueles que deveriam prover a segurança nos presídios mas de toda a população que acompanha incrédula o “poder” que está sendo dado a esses marginais.

Como a sociedade e as autoridades podem ter alguma “moral” para cobrar uma postura mais rígida por parte dos Agentes Penitenciários no cumprimento de seus deveres, pois se um Agente for um pouco mais enérgico, com certeza será ele o escolhido para ser o próximo refém, pois isso é uma certeza quase que absoluta basta apenas que analisemos o número de rebeliões que já ocorreram esse ano.

Ou o Estado assume realmente o controle do sistema prisional ou daqui a pouco essas ações irão todas acabar como a que ocorreu em Cascavel, ou seja, em muitas mortes não só de presos mas também de Agentes Penitenciários.

Para acessar outras matérias acesse www.coronelcosta.com.br