Ao se decidir investir em segurança algumas pessoas o fazem por conta comprando kits ou contratam uma empresa especializada na área.

Quando se contrata uma Empresa de Monitoramento para se montar uma estrutura de segurança, a grande maioria das pessoas faz questão de incluir entre os equipamentos, para aumentar a segurança, câmeras.

Ao tomarem essa decisão vão atrás de quem instala e começam a pesquisar preço, mas ao compararem o preço, a maioria nem se preocupa em verificar como é a qualidade das imagens das câmeras que estão adquirindo.

Hoje há uma infinidade de modelos e preços a disposição da população e como diz o ditado popular “cada recebe por aquilo que paga”.

Outra constatação é que infelizmente muitos instalam as câmeras apenas para ver o que está acontecendo naquele momento, mas não instalam nenhum equipamento para armazenar as imagens.

Outros instalam as câmeras e um sistema para armazenar as imagens, mas não se preocupam com a segurança do equipamento onde serão armazenadas as imagens.

Somente quando ocorre um fato que necessite das imagens é que a maioria vai perceber que acabou investindo numa câmera que não possuía nenhuma qualidade nas imagens e que o que está gravado dificilmente irá poder auxiliar a polícia a identificar o autor ou autores do crime cometido contra seu estabelecimento comercial, indústria ou residência.

Os criminosos estão atentos com a evolução da segurança eletrônica e sempre estão inovando em seus métodos e práticas criminosas. Durante os assaltos está se tornando comum procurarem e destruírem ou levarem juntos com os objetos furtados os equipamentos onde estão gravadas as imagens a fim de prejudicar o trabalho da polícia na elucidação dos crimes.

Por isso é fundamental ao instalarem um sistema de segurança, terem uma preocupação especial com o local onde vai ser instalado o equipamento que irá armazenar imagens, para que no caso de um assalto os criminosos não achem o sistema de gravação.

Uma recomendação é instalarem, separado do sistema de gravação um sistema de gravação paralelo que esteja bem escondido, pois assim caso os ladrões levem ou danifiquem o equipamento de gravação, sem saber deixarão uma cópia das imagens salvas em outro local.

Com o aumento da tecnologia, a cada dia está se tornando mais comum e mais acessível armazenar as imagens dos sistemas de segurança através da tecnologia “Cloud Computing” (Monitoramento em Nuvem), que é efetuar o armazenamento das imagens em um local externo.

Quem utiliza o sistema de “armazenamento em nuvem”, mesmo que ocorra algum dano no equipamento pelos assaltantes no local do assalto, não corre o risco de perder as imagens gravadas, pois elas se encontram seguras em outro ambiente, que é o armazenamento das informações em um servidor da internet onde estão protegidas do acesso dos marginais, além de, estarem disponíveis para que o proprietário possa acessá-las de qualquer computador com acesso a internet.

Nunca esqueçam, PREVENIR é sempre o melhor remédio.

Para acessar outras matérias acesse www.coronelcosta.com.br

* O Coronel Jorge Costa Filho é consultor em segurança. Formado em Administração de Empresas, tem doutorado em Segurança Pública. Profissional experiente, já comandou a Polícia Militar em Curitiba