whatsappHoje ao sairmos de casa é raro vermos uma pessoa que não esteja com um celular nas mãos. E o whatsapp é atualemnte a ferramenta mais utilizada e em virtude desse volume de usuários acabou por se tornar um objeto de desejo para os marginais aplicarem seus golpes.

Um novo golpe está se espalhando pelo whatsapp e oferece graves riscos aos usuários que estão caindo nele. Muitas pessoas estão recebendo mensagens com um link falando sobre um “novo” recurso de chamadas em vídeo pelo aplicativo.

Aí é que começa o golpe, é solicitado que seja preenchido um formulário com o número de telefone para receber o acesso à ferramenta e que mais dez usuários sejam convidados. Alternativamente, é sugerido compartilhar o link em três grupos diferentes.

O problema é que se trata de uma fraude, pois até então não existe este recurso no WhatsApp. Lamentavelmente as informações coletadas indicam que o golpe teria se originado no Brasil. Pelo menos é o que diz um analista de segurança da Kaspersky Lab, empresa especializada em proteção de dados digitais e tecnologia antivirus. Após finalizados os procedimentos, uma página lista aplicativos “maliciosos”, que podem roubar dados e comprometer a segurança do dispositivo móvel. Apesar disso, a tática é similar a outros embustes que acontecem mundo afora.

Um número crescente de pessoas está caindo nesta armadilha e fornecer o número de celular abre a possibilidade de ser inscrito, contra a própria vontade, em serviços capazes de fazer cobranças.

Todos devem desconfiar de anúncios sobre novos recursos que não foram divulgados em sites de notícias confiáveis. O whatsapp também conta com um blog oficial, com versão em português, onde são feitos os comunicados oficiais – inclusive sobre novas funcionalidades.

Além do whatsapp o email é outro ponto frágil e que deve ser cuidado com muita atenção e da mesma forma nunca se deve abril um email desconhecido pois também pode conter um “virus” que pode “roubar” seus dados, principalmente os bancários.

Por isso nunca esqueçam, prevenir é sempre o melhor remédio.

Para ver outras matérias, acesse www.coronelcosta.com.br