assaltoMomento do socorro ao segurança no assalto ao Shopping Mueller dia 11 de fevereiro – Imagem: Colaboração banda B

Os shoppings sempre foram para os curitibanos locais considerados seguros e onde se podia ir com a família ou amigos para passear sossegado, sem medo da violência que ronda nossas cidades.

Outro fator que sempre levou as pessoas para esses locais foi a comodidade, pois como o nosso clima é muito peculiar, para não dizer imprevisível, onde há dias em que temos a presença das quatro estações do ano em poucas horas, se tornou cômodo para todos irem a um local onde há estacionamento coberto, várias lojas, restaurantes e cinemas, tudo isso associado a sensação de segurança que esses locais proporcionavam. Como disse, proporcionavam, no passado, pois hoje infelizmente a realidade das ruas também chegou a esses redutos de tranquilidade.

Tivemos no início desse ano um shopping entrando na justiça para evitar “arrastões” promovidos por adolescentes, e poder proporcionar tranquilidade para as famílias que lá frequentam.

E agora vemos nos noticiários que uma joalheria foi assaltada e na fuga um segurança foi baleado, ou seja, não temos mais locais que possamos considerar seguros ou onde nos sintamos protegidos. Os frequentadores que mesmo enfrentando uma crise financeira ainda procuram um pouco de relaxamento durante um passeio, de repente se veem em meio a um assalto com tiros sendo disparados e sem saber se um dos que ali se encontram serão vítimas ou não de uma “bala perdida”, só podem rezar e pedir a proteção divina.

Nossa legislação é uma vergonha e nossos representantes legais que deveriam mudar essa realidade se acovardam e se rendem aos interesses corporativos e não fazem nada para mudar essa realidade a não ser usar o dinheiro do povo em propagandas visando mascarar a realidade e tentar convencer o povo de que estão trabalhando, mas a realidade nos mostra o contrário. Percebemos a sociedade a cada dia mais acuada e colocando sua segurança apenas nas mãos de Deus, porque se depender do Estado, sabe que estará entregue a própria sorte.

Por isso continuo repetindo, é fundamental uma atitude séria da população, pois é fundamental a participação e comprometimento da população como um todo para cobrar uma mudança de comportamento dos nossos representantes e ter a consciência de eleger quem realmente faça algo em prol da sociedade.

Para ver outras matérias, acesse www.coronelcosta.com.br