Neste mês todas as pessoas que possuem algum tipo de veículo tem que pagar um seguro obrigatório, que é o DPVAT, mas o que é DPVAT? É o Seguro de Danos Pessoais Causados por Veículos Automotores de Vias Terrestres.

Quando se paga o seguro, desse valor, 45% são destinados ao SUS; 5% vai para o DENATRAN e 50% são para o pagamento das indenizações.

Mas se você se envolveu em um acidente saiba que não é necessária a intermediação de terceiros, porque assim todo o pagamento será para você e não terá que pagar comissão para ninguém;

Para ver a lista de documentos necessários para dar entrada no processo, acesse o site www.dpvatsegurodotransito.com.br onde também poderá verificar

o endereço em sua cidade onde deve ser entregue a documentação bem como acompanhar a evolução do processo;

O prazo limite para dar entrada no processo é de até 03 (três) anos da data do acidente.

Os valores do seguro a serem pagos, são os seguintes:

– Em caso de morte R$ 13.500,00;

– Em caso de Invalidez Permanente, até R$ 13.500,00, e;

– Despesas Médicas, até R$ 2.700,00.

Neste ano o valor do seguro a ser pago para automóveis e camionetas é de R$ 105,65 (parcela única) e para motocicletas de R$ 292,01 (pagamento em até 03 parcelas).

O proprietário deve emitir o seu boleto de pagamento através do site www.dpvatsegurodotransito.com.br.

Caso não seja pago o seguro DPVAT, o proprietário do veículo não terá como fazer o licenciamento, ou seja, estará com a documentação do seu veículo irregular e caso venha a circular com o mesmo, poderá ter seu veiculo apreendido em uma fiscalização de trânsito, além de ser notificado e ter 07 (sete) pontos lançados em sua habilitação.

Mas nunca esqueçam que PREVENIR é sempre o melhor remédio. Para ver outras dicas de segurança, acesse www.coronelcosta.com.br