Bom dia, hoje falarei em como melhorar a segurança dos seus filhos no dia a dia e ao irem para a escola.

A primeira providência é sempre falar e ser o mais próximo possível de seu filho, pois isso o protegerá de inúmeros problemas, não só com relação a segurança mas também com relação às drogas. Não adianta querer impor, tem que conquistar a sua confiança e a sua atenção.

Acima de tudo faça seu papel como pessoa responsável pelo futuro do seu filho.

Procure pedir para ele dar sugestões sobre assuntos de família e valorize suas idéias, isto o fará se sentir importante e lhe trará responsabilidades e facilitará o diálogo em ou outros assuntos pois estarão demonstrando que confiam nele.

Aproxime-se de seu filho como amigo, demonstrando seu afeto e preocupação pelo seu perfeito desenvolvimento.

Conheça os amigos de seus filhos.

Conheça os diretores da escola e os professores de seu filho.

Ensine as crianças a pedir auxilio à polícia (pessoalmente ou por telefone) ou a pessoas conhecidas quando perceber estranhos em atitudes suspeitas ou que o estejam molestando.

Nunca o trate como criança e fale pessoalmente com ele sobre problemas como drogas, vandalismo, família, más companhias, educação sexual, prostituição, doenças sexualmente transmissíveis, AIDS, etc.

Preste atenção em qualquer alteração em seus hábitos.

Eduque seus filhos para que saibam que o direito de uma pessoa termina onde começa o direito de outra.

De atenção quando notá-lo apreensivo, preocupado ou mesmo tenso, não espere o problema aparecer para ver o que aconteceu.

As dicas acima não servem apenas para preparar seu filho para o ambiente escolar, mas para a sua vida.

E quando ele estiver indo para a escola o oriente para seguir também as seguintes orientações:

Atravessar sempre na faixa de segurança e em grupos.

Não aceitar balas, doces, presentes ou brinquedos de desconhecidos.

Caso vá sozinho para a escola, não desviar do trajeto casa-escola-casa.

Evitar que seu filho utilize jóias, tênis ou roupas de marca muito chamativas e que possam a vir a fazer com que ele chame demais a atenção e se torne um alvo em potencial.

Olhar sempre para os dois lados da rua antes de atravessar.

Não se envolver em brigas e se presenciar alguma que se mantenha afastado.

Deixe na escola de seu filho o telefone da residência ou trabalho para possíveis contatos.

Providencie junto a direção, a não liberação sem autorização por escrito do aluno, bem como seja confidente de seu filho.

Nos deslocamentos, sempre que possível fazer-se acompanhar de um ou dois amigos.

Vá levar e buscar seu filho na escola sempre que possível.

Se tiverem alguma dúvida ou alguma pergunta, as encaminhem para o meu e-mail[email protected]

* O Coronel Jorge Costa Filho é consultor em segurança. Formado em Administração de Empresas, tem doutorado em Segurança Pública. Profissional experiente, já comandou a Polícia Militar em Curitiba.