Há um ditado popular que diz – A UNIÃO FAZ A FORÇA.

E nos dias atuais, apesar de estarmos conectados em tempo real com tudo que ocorre no mundo, não sabemos o que ocorre ao lado da nossa casa.

Essa falta de interação e perca do hábito de conhecermos nossos vizinhos é decorrente do ritmo de vida que passamos a ter e da ¨reserva¨ que foi se desenvolvendo em todos com relação à pessoas estranhas.

Por isso é preciso mudar alguns hábitos, como por exemplo, numa rua onde há vários edifícios ou residências, é fundamental que se conheça quem são os seus vizinhos.

Principalmente àqueles que moram em edifícios, onde o síndico deve fazer o papel de relações públicas e conhecer os síndicos dos outros prédios.

A partir desse contato inicial pode se formar uma segurança compartilhada, onde os funcionários terceirizados de todos os edifícios passem a ser de uma mesma empresa, o que irá aumentar o contato e interação entre os funcionários de cada edifício, o que possibilitará identificar mais facilmente qualquer anormalidade ou ato suspeito nas proximidades dos edifícios.

Outra vantagem é a possibilidade da contratação de um Supervisor de Segurança, que apesar de ter um custo, poderá ser rateado entre os condomínios parceiros, viabilizando dessa forma o seu pagamento, o qual ficará circulando externamente entre os edifícios parceiros, fiscalizando a conduta dos porteiros e demais funcionários, como também terá a oportunidade de durante os deslocamentos, identificar qualquer suspeito nas proximidades e caso seja necessário, acionar a Polícia Militar.

Outra vantagem é o mesmo se fazer presente quando da chegada de moradores ou não, aumentando assim a segurança dos mesmos quando do acesso à garagem do prédio ou através da portaria.

Além disso, também será mais fácil projetar a segurança física e eletrônica de todos os condomínios, de tal forma, que além de cuidar da segurança de seu edifício, os investimentos servirão para auxiliar a aumentar também a segurança de seus vizinhos, o que resultará num aumento considerável da segurança de todos.

Nunca esqueçam, PREVENIR é sempre o melhor remédio.

* O Coronel Jorge Costa Filho é consultor em segurança. Formado em Administração de Empresas, tem doutorado em Segurança Pública. Profissional experiente, já comandou a Polícia Militar em Curitiba