Sempre vemos nos noticiários que o Paraguai é um país subdesenvolvido e que o Brasil é uma referência. Mas referência no que? Desenvolvimento? Educação? Economia? Segurança?

A realidade nos mostra o contrário. Vamos falar em segurança, que é o que mais aflige nossa população além dos problemas na saúde, educação e para completar, a nossa economia, com enfoque no Paraná.

O Brasil e em particular o Paraná é muito mais desenvolvido que o Paraguai, mas como explicar que o índice de mortes lá é de 7,98 mortes por 100 mil hab., enquanto que no Paraná o índice é de 34,5 mortes por 100 mil hab e o índice do Paraguai não é menor por causa da sua fronteira com Foz do Iguaçu, pois em Ciudade de Leste, o índice é de 60 mortes por 100 mil hab.

Como justificar que um país que um dos IDH mais baixos da América do Sul e mais de 30% da população vivem abaixo da linha da pobreza e a legislação sobre armamento é igual a que havia no Brasil antes da lei do desarmamento.

A resposta é apenas uma, IMPUNIDADE, lá mesmo sendo um país muito pobre a justiça é mais rápida e mais enérgica com os que cometem crimes, enquanto que em nosso país os marginais tem tratamento especial, com penas brandas e com a boa vontade da justiça em liberar o máximo de detentos, pois a sistema prisional é obsoleto e pela demora em se conseguir chegar ao final de um processo, em nosso país, o crime compensa. É só vermos os noticiários e prestarmos atenção nas manchetes dos que são presos e em pouco tempo irão começar a reconhecer e saber até o nome dos marginais, tantas vezes que os verão sendo presos por diversos crimes e na sequencia serem soltos.

Mais uma vez tenho que defender a polícia. Não é falha da polícia o aumento da criminalidade, ela é de exclusiva responsabilidade de nossos mandatários que usam o poder apenas para o que lhes interessa e não tem interesse em mexer com problemas sérios, tais como mudança da legislação e investimento na infraestrutura da educação, saúde e segurança e nessa sequência, pois um povo educado, tem uma melhor saúde e comete menos crimes, desde que a legislação seja séria.

Para ver outras matérias, acesse www.coronelcosta.com.br