O Planeta tem vivido dias de muita apreensão. Terremotos, vulcões, tempestades e afins. Tudo isto nós sabemos muito bem. No entanto, o que não temos feito é a nossa parte em preservar nosso Planeta. Os animais sofrem a cada dia mais, as espécies estão a cada dia mais com ameaça de extinção, as pessoas com problemas respiratórios oriundos da poluição, a falta de água, a poluição da água e do solo, os alimentos e tudo mais.

sustentabilidade1Sou questionado todos os dias por pessoas, empresários e governantes sobre o que deve ser feito, sobre as possibilidades que temos. Todos os problemas e noticias nos causam preocupação, o que não se faz é exatamente aquilo que temos que fazer, a nossa parte. Isto mesmo, o problema é que temos o habito de justificar tudo para todos. Eu não tenho culpa, é o outro. Os governantes são os culpados por tudo. A corrupção, por exemplo, é culpa dos políticos. No entanto, a maioria das pessoas se corrompem por pouco, furam a fila, passam a perna nos outros, querem sempre ganhar de forma ilícita e a culpa é sempre dos outros.

É preciso que tenhamos consciência de que a mudança, a melhoria, o cuidar do planeta esta sob nossa responsabilidade. Precisamos fazer a nossa parte em busca do desenvolvimento sustentável, de que possamos reduzir o impacto ambiental, de que o uso da água e do solo seja consciente e reduzida, que temos que viver em harmonia em busca de uma vida melhor, da alegria e felicidade. Pessoas felizes vivem mais e melhor. Que é preciso ter harmonia e que a natureza sem duvida nenhuma torna a vida do ser humano saudável. A Sustentabilidade precisa fazer parte de nossos dias, não de forma radical, mas de forma equilibrada para que tenhamos uma vida melhor, um planeta melhor e um futuro sem problemas. Pense a respeito, faça a sua parte e seja muito feliz hoje e sempre.

* Evandro Razzoto é professor da UTFPR (Universidade Tecnológica Federal do Paraná), consultor e palestrante ambiental. Além disso, escreveu o livro Eco Sustentabilidade: Dicas para tornar você e sua empresa sustentável, em que fala principalmente sobre como conciliar os três pilares da sustentabilidade (crescimento econômico, responsabilidade social e preservação ambiental) na gestão e marketing das empresas.