preservar1Muito se fala em poluição, lixo, desastres naturais e impacto ambiental. Parece tão fácil cuidar ou difícil não impactar o planeta. No entanto, o processo deveria ser o contrário. O mais importante nisto tudo deveria ser preservar e cuidar dos rios, dos mares, das arvores, das florestas e toda a biodiversidade. Por que então pouco se faz?

Nas grandes cidades quando uma tempestade chega, além de alagamentos certamente arvores irão cair. Tenho falado a tempos sobre isto, em que nos grandes centros é preciso uma política de replantio das arvores, o que pouco se faz. Obviamente que uma arvores tem seu prazo de validade, ainda mais nos grandes centros. Não concordo que deve-se cortar, no entanto que é preciso pensar em longo prazo, substituindo as árvores.

Além disto, é preciso que a sociedade se mobilize em busca da preservação. A alguns dias mesmo ouvi de pessoas ligados ao setor público que tem que evoluir mesmo, de que é preciso destruir para criar produtos de valor agregado e afins. Pois bem, discordo totalmente disto e vou além, é preciso buscar o equilíbrio entre as partes. Um mundo melhor, com sustentabilidade para todos se da onde o equilíbrio acontece em todos os níveis, adotando práticas, políticas públicas e educação ambiental. Somos consequência daquilo que plantamos.

Meu desejo de que você não apenas plante uma árvore. Meu desejo de que você vá além, plante atitude, agregue valor e multiplique generosidade sustentável para que tenhamos dias melhores. Sejamos pessoas melhores em busca do desenvolvimento sustentável e humano.

Evandro Razzoto é professor da UTFPR (Universidade Tecnológica Federal do Paraná), consultor e palestrante ambiental. Além disso, escreveu o livro Eco Sustentabilidade: Dicas para tornar você e sua empresa sustentável, em que fala principalmente sobre como conciliar os três pilares da sustentabilidade (crescimento econômico, responsabilidade social e preservação ambiental) na gestão e marketing das empresas