Temos discutido por vezes sobre o lixo produzido em excesso e em especial sobre como destinamos o mesmo. No entanto, o mais preocupante é que em pleno século XXI as pessoas ainda joguem lixo na rua. Fala-se de tanta coisa e em especial a liberdade de expressão e ate mesmo de estilo de vida e opções. E o lixo?

lixo

Seja nas ruas, nos parques, nas praças e ate mesmo em locais distantes, lá esta ele, o lixo. Como é possível que o ser humano com tanta informação ainda jogue o lixo na rua, que entope os bueiros, polui os rios. Pois é, revoltante mesmo saber que pouco se preocupa com o próximo, com o ambiente em que vivemos e com o futuro. Entendo que com a vida corrida que temos muitas vezes nos atropelamos. Só que o lixo deveria pelo menos ser jogado no lixo.

Um dia desses estava passando pelo centro de uma grande cidade e lá eu pude ver o descaso das pessoas, que não puderam pelo menos segurar o lixo por uma ou 2 quadras. É perceptível que existe em nossa sociedade o despreparo e o descaso com algo tão simples que pode tanto impactar negativamente o ecossistema. Revolta e ao mesmo tempo é preciso que tenhamos uma atitude, que tenhamos uma mudança de comportamento.

O poder público precisa se posicionar sim, só que as pessoas precisam multiplicar conhecimento, cobrar os outros para que nossas cidades, nossos parques e praças, nossas ruas e nossos rios não fiquem piores do que já estão. Daqui a pouco com as enchentes a cobrança vira novamente e certamente os políticos serão os culpados. Não, neste caso todos somos culpados. Multiplica esta ideia, lugar de lixo é o lixo. O Planeta agradece, a sociedade agradece, nós agradecemos! Uma excelente semana, cheia de sustentabilidade a todos!

Evandro Razzoto é professor da UTFPR (Universidade Tecnológica Federal do Paraná), consultor e palestrante ambiental. Além disso, escreveu o livro Eco Sustentabilidade: Dicas para tornar você e sua empresa sustentável, em que fala principalmente sobre como conciliar os três pilares da sustentabilidade (crescimento econômico, responsabilidade social e preservação ambiental) na gestão e marketing das empresas.