Com o avanço tecnológico e a facilidade em crédito, os objetos como a televisão, máquina de lavar, o celular, os computadores e tantos outros eletrônicos ficam obsoletos e acabam encostados em algum canto da casa. E em algum momento decide-se jogar fora. Mas onde jogar este lixo? Onde, para quem e como dar o destino correto?

lixo eletronico

Em primeiro lugar é preciso ter consciência de que se forem descartados de forma incorreta,além de poluírem os rios e o solo, podem causar grandes problemas ao Meio Ambiente. Em alguns casos é possível que uma doação seja oportuna e bem utilizada por alguém. Mas de forma geral,temos uma grande dificuldade em dar o destino correto a este tipo de lixo.

Percebendo tal oportunidade e copiando exemplos de empresas que possuem tal serviço na Europa, empresas brasileiras,em especial em São Paulo oferecem um serviço especializado.A empresa Ecoassist*, por exemplo, recolhe de móveis a eletrodomésticos – e atua em todas as capitais e regiões metropolitanas –, mas isso tem um custo. Em São Paulo, o descarte de um micro-ondas sai por R$ 49, e o de um sofá, R$ 129. No entanto, o serviço é gratuito para quem tem apólices da Itaú Seguros, Allianz ou ACE.

Quem também oferece esse tipo de serviço, em todo o país, é a Descarte Certo*. Os preços vão de R$ 39,90 a R$ 129,90, de acordo com o tamanho do item, mas os valores podem variar no caso de produtos adquiridos com parceiros, como o Carrefour, ou para quem é segurado pela Porto Seguro. Para garantir que os objetos tiveram um destino correto, ambas as empresas emitem um certificado.

Há muito tempo tenho falado que o lixo é gerador de riqueza.Empresas crescem e muito ao ofertarem serviços relacionados ao lixo, reciclagem e afins. Desta forma,é preciso compreender que no cenário mundial a oportunidade do luxo está muito próxima ao lixo.

QUEM SE RESPONSABILIZA PELO LIXO?
Alguns fabricantes recolhem esse material sem custo

BOTICÁRIO
As lojas da rede têm um recipiente para descarte de embalagens vazias – as quais são encaminhadas para cooperativas de catadores ou para empresas gerenciadoras de resíduos. O material então é transformado em outro produto.

NOKIA
Aparelhos (sem o chip) e carregadores antigos podem ser devolvidos às lojas da marca ou a redes de revenda. Reciclados, eles se transformam em produtos como bancos de praça ou mesmo em alguns modelos de smartphones.

NESPRESSO
As cápsulas dos cafés são feitas de alumínio, material reciclável. Quem tem uma máquina em casa pode guardar as cápsulas usadas e, depois, devolvê-las em uma das butiques da marca. De lá, serão encaminhadas para a reciclagem.

HEWLETT PACKARD
A marca tem disponível nas lojas HP, Kalunga e Saraiva recipientes de descarte dos cartuchos usados. Depois de recolhidas, as peças são recicladas e transformadas em matéria-prima para novos cartuchos ou mesmo para impressoras.

Estes são alguns exemplos de empresas que possuem serviços aos clientes,por força de lei obviamente. Até porque ter no DNA das empresas e em seu foco estratégico ações sustentáveis, acontece apenas por força de lei ou mercadológicas. Além do ganho na redução de custos e consequentemente aumento de faturamento, as empresas buscam uma fatia maior de mercado.

Seja você empresário ou cidadão, é preciso pensar sobre o tema, refletir sobre o assunto e agir com responsabilidade.

* Evandro Razzoto é professor da UTFPR (Universidade Tecnológica Federal do Paraná), consultor e palestrante ambiental. Além disso, escreveu o livro Eco Sustentabilidade: Dicas para tornar você e sua empresa sustentável, em que fala principalmente sobre como conciliar os três pilares da sustentabilidade (crescimento econômico, responsabilidade social e preservação ambiental) na gestão e marketing das empresas.