Tenho falado muito sobre o lixo. Não quero ser repetitivo, mais o fato é de que a sociedade precisa estar atenta a isto.É só olharmos para as cidades e vemos o lixo espalhado pelas ruas. O verão estão chegando e com as chuvas os velhos problemas se repetem. O fato a ser considerado é de que o lixo entope os bueiros e as galerias fluviais. O sinal de alerta deve estar mais do que ligado.avisoTodos sabem de minha indignação em ver as pessoas jogando lixo na rua. Das bitucas de cigarro então nem se fala. Por onde ando, o desrespeito e a falta do senso do ridículo, tornam nossa sociedade com a mínima falta de cultura ambiental. Meu desafio a você que em primeiro lugar, nãos seja mais um “porco” a jogar lixo na rua. E mais, cobre das pessoas, corrija, oriente e faca a sua parte. Pois o lixo jogado na rua, alem de levar ao caos com enchentes, deixa as cidades sujas, feias e poluídas, torna a sociedade improdutiva.

Eu sei que o setor público não tem feito praticamente nada em relação a isto. Sei que é preciso de uma mudança cultural, de que o setor publico faça sua parte. Mais o fato é que as pessoas sempre dão a sua desculpa por algo,mais nada fazem. Meu desejo de que você se conscientize de que é preciso mudar, de que é inadmissível jogar lixo na rua, que cobre os outros e seja consciente. O Planeta certamente agradece a sua mudança de atitude. Deixar nossa cidade limpa é o mínimo que devemos fazer.

* Evandro Razzoto é professor da UTFPR (Universidade Tecnológica Federal do Paraná), consultor e palestrante ambiental. Além disso, escreveu o livro Eco Sustentabilidade: Dicas para tornar você e sua empresa sustentável, em que fala principalmente sobre como conciliar os três pilares da sustentabilidade (crescimento econômico, responsabilidade social e preservação ambiental) na gestão e marketing das empresas.