Há muito tempo se fala que os produtos verdes, produtos sustentáveis tem uma grande vantagem em relação aos produtos com grande impacto ambiental. Non entanto, não é isto que temos visto. Em especial, no Brasil, as pessoas na sua grande maioria não estão nem um pouco preocupados com isto. Consumo de produtos que impactam e muito a natureza, poluição, lixos jogados pelas ruas e afins. Me deparo com um país em que as pessoas não se preocupam e nada com isto. Somos um país corrupto, e não apenas pelos líderes incompetentes e inconsequentes deste país. Não apenas por aqueles que indiretamente compraram votos daqueles que aceitam suas migalhas. Mas por aqueles que não respeitam ao próximo, por aqueles que acham incrível o tal jeitinho brasileiro e por aqueles que jogam o lixo na rua. A corrupção está presente por que as pessoas se corrompem por que lhes falta vergonha, respeito, educação e verdade.

ecoIlustração Eco 4 WordPress

Viajando pelo interior do Paraná, o que vejo é uma agricultura pujante, onde se respira ar puro, onde a natureza exuberante e o ar puro se respira. Onde as pessoas valorizam coisas simples, onde estar fora dos grandes centros as pessoas valorizam e cuidam do planeta. Mas quando, em algumas cidades, vejo lixo jogado pelas ruas, sinto que estamos literalmente pelo menos 30 anos atrasados dos países desenvolvidos.

No entanto, ao ver as plantações, saber que a economia verde está em alta, percebo que é preciso investir muito em novas tecnologias, em inovação e educação. Seremos um país melhor, quando copiarmos o exemplo do sul do Brasil, que vai na contramão do país e cresce. Em especial o Paraná, com um terço do total das exportações da agroindústria do país. É certo que é preciso se investir e muito na agroindústria, assim seremos grandes. Não apenas em plantar e criar. Mas em transformar matéria prima em produto acabado. Agregar valor para que sejamos grandes.

Muito se fala na Copa do Mundo, da derrota por 7×1. Assim sendo, só reverteremos o dia em que valorizarmos nossa essência, aquilo que fazemos e bem. O dia em que não quisermos trapacear ao próximo e sim trabalharmos fortemente. Seremos grandes quando nossa escolha for em educar, engenhar, investir em inovação e tecnologia.

Meu desejo que em meio a tanta festa nesta semana, que possamos rever muita coisa, onde o povo brasileiro precisa pensar a frente, precisa repensar suas escolhas e atitudes. Meu desejo de um novo Brasil, de um país novo, não apenas por recusar o petróleo, o mensalão, um sítio ou um tríplex. Mas por um país de escolhas nobres e corretas, éticas e morais. Sejamos conscientes e vamos em frente, pensar que a economia verde pode e muito mudar a nossa história. Reduzindo não apenas custo público, mas investindo em infraestrutura, tecnologia, inovação, educação e honra. Um futuro sustentável a todos nós.

  • Evandro Razzoto é coordenador de Ciência e Tecnologia da SETI – Secretaria da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior Governo do Estado do Paraná. Professor da UTFPR (Universidade Tecnológica Federal do Paraná), consultor e palestrante ambiental. Além disso, escreveu o livro Eco Sustentabilidade: Dicas para tornar você e sua empresa sustentável, em que fala principalmente sobre como conciliar os três pilares da sustentabilidade (crescimento econômico, responsabilidade social e preservação ambiental) na gestão e marketing das empresas