O Banco Mundial afirmou que o desperdício de alimentos no mundo representa uma “grave ameaça” para a segurança alimentar. Já sabemos que o desperdício é sempre uma afronta a fome, aos menos abastados que afetam a sociedade.desperdicio“Milhões de pessoas no mundo dormem com fome todas as noites, enquanto milhões de toneladas de alimentos acabam no lixo ou apodrecendo antes de serem comercializados”, denunciou o presidente do Banco Mundial, Jim Yong Kim, em um comunicado da instituição.

De acordo com o relatório do Banco Mundial sobre os preços dos alimentos, entre um quarto e um terço dos alimentos produzidos a cada ano são desperdiçados ou perdidos em algum ponto da cadeia de produção. Cerca de 35% deste desperdício é de responsabilidade do consumidor final, especialmente nos países desenvolvidos. Além disso, 24% se perde durante a produção de alimentos e 24% durante o armazenamento e distribuição, indica o Banco Mundial, sem especificar onde o restante é perdido.

Todos sabemos que este cenário é horrível,no entanto pouco fazemos a repeito. É importante saber que no mundo com aproximadamente 7 bilhões de habitantes temos a capacidade de alimentar apenas 5 bilhões. O que torna o problema ainda mais grave.

É preciso que tenhamos consciência, atitude e um pouco de bondade em não desperdiçarmos, de compartilharmos, de dividirmos o pão de cada dia. Um brinde ao alimento, um brinde a saúde, um brinde a vida.

 Evandro Razzoto é professor da UTFPR (Universidade Tecnológica Federal do Paraná), consultor e palestrante ambiental. Além disso, escreveu o livro Eco Sustentabilidade: Dicas para tornar você e sua empresa sustentável, em que fala principalmente sobre como conciliar os três pilares da sustentabilidade (crescimento econômico, responsabilidade social e preservação ambiental) na gestão e marketing das empresas