arPara quem vive nos grandes centros o ar que respiramos certamente é uma preocupação de todos. Não é a toa que ao sairmos das cidades e chegarmos em locais onde há mata, logo percebemos o ar puro. Parece saudosismo,mas é a realidade. Não que aqui deixar ninguém desesperado, mas é preciso sim que estejamos atentos a esta realidade. Afinal,qual é o ar que queremos respirar?

Estudos desenvolvidos em diversas Universidades do Mundo dizem que daqui a 30 anos pelo menos 60% da população mundial sofrerá consequências graves e doenças oriundas do ar,de causas respiratórias,da poluição. O que me assusta mais ainda é saber que nada tem sido feito por autoridades e por especialistas. Parece que o desenvolvimento capitalista e o conforto desenfreado é maior do que a preocupação com a saúde. O fato é que este tema é de extrema importância para que tenhamos um futuro sustentável.

Mas oque podemos fazer sobre isto?Como podemos reduzir estes riscos? De uma forma muito simples,individualmente precisamos cuidar de nossa saúde,caminhando, evitando a exposição a poluição. Em especial das fábricas e dos escapamentos de carros e afins. Se nos reportarmos aos antigos,certamente dirão que na época deles nada disto acontecia. Obviamente que o trânsito,a violência e as guerras matam mais,mas o fato é que devemos estar atentos a este cenário.

Quem está em busca de um futuro sustentável, feliz,harmônico e de muita alegria, precisa cuidar da saúde,de nossos pulmões,de nossas vidas.

Desejo a todos um futuro de muita saúde,lembrando que a sustentabilidade está diretamente ligada a nossa qualidade de vida. Apreciar o canto dos pássaros, o sol, a chuva, as flores, a Primavera que chega e as pessoas, certamente tornará nosso caminho mais feliz e equilibrado.

Sucesso a todos sempre em busca do desenvolvimento sustentável.

* Evandro Razzoto é professor da UTFPR (Universidade Tecnológica Federal do Paraná), consultor e palestrante ambiental. Além disso, escreveu o livro Eco Sustentabilidade: Dicas para tornar você e sua empresa sustentável, em que fala principalmente sobre como conciliar os três pilares da sustentabilidade (crescimento econômico, responsabilidade social e preservação ambiental) na gestão e marketing das empresas.