Imagem ilustrativa

Uma pesquisa recente da Accenture constatou que 83% dos consumidores no Brasil buscaram novos fornecedores no ano passado, por perderem sua relação de fidelidade com as marcas.

O cliente é realmente fundamental, afinal sem cliente não há venda, sem venda não há comércio, sem comércio não há trabalho… o resto você já está cansado de saber.

Agora você pode estar pensando, mas isso é ridiculamente óbvio. Talvez lendo aqui você ache isso mesmo, mas será que faz muito tempo da última vez que foi mal atendido em algum lugar?

Apesar de um cliente satisfeito ser a premissa do bom comércio, parece que as empresas simplesmente ignoram essa realidade, pois nada ou muito pouco investem em treinar suas equipes a prestarem um bom atendimento.

Então onde está o pulo do gato para atender bem?

Após prestar serviços de cliente secreto por mais de 7 anos para bancos, agências de viagens, e lojas como a C&A e L’occitane, eu já fui surpreendentemente mal atendida e encantadoramente bem atendida. Atualmente oriento e acompanhando o atendimento ao cliente de uma empresa de cursos online, e diariamente posso constatar o que faz ou não a diferença.

Das minhas experiências, estudos de perfil comportamental e de atendimento, eu identifiquei os principais pontos e venho hoje compartilhar aqui com você três dicas simples, mas infalíveis para atender bem.

Cuidado ou care (do inglês), com o significado de se importar. Saber que há um outro ser humano com sentimentos e expectativas que está consumindo seu produto ou serviço, e demonstrar isso na forma de atender.

Atenção, ou seja, estar atento ao que o cliente pede, e avaliar se o seu produto ou serviço realmente atende e está adequado às expectativas. Identificar os pontos de melhoria e dar feedback, demonstrando que ele foi ouvido e atendido.

Relacionamento, esse é a chave de ouro, mas é simples: se deseja que o cliente seja leal a você, precisa ser leal a ele! Relacionamentos são vias de mão dupla, então seja verdadeiro com seu cliente, e acostume-se a entregar, no mínimo, o que promete, preferindo sempre exceder as expectativas.

Na maior parte das vezes o que ganha não é o preço, mas a qualidade da relação pessoal que o atendimento direto tem com ele. Pessoas encantam pessoas e criam vínculo, então atenda, ouça, se preocupe, de atenção e entregue além, com certeza sua marca, empresa ou serviço irá se destacar.

No meio de tanto mal atendimento você tem a excelente oportunidade de surpreender!

E se você não é vendedor nem empresário e pensou que isto aqui não serve para você, saiba que todos os dias você faz vendas aos mais exigentes clientes… você “vende” seus pontos de vista quando conversa com seu chefe, colega de trabalho, amigo, marido ou esposa; “vende” o jantar feito com carinho; “vende” aos filhos a importância de estudarem e terem uma boa conduta.

De uma forma direta ou indireta todos somos e temos clientes.

Me acompanhe e empreenda sua vida!

Gostou desse artigo? Manda um e-mail contando para mim, isso me deixa muito feliz.

Pode enviar sua dúvida ou comentário por e-mail, quem sabe posso fazer dela o tema de um artigo do blog!

Contato: [email protected]

#cliente #atendimento #simples #dicas #empreenda #empreendedorismo #vida