Imagem ilustrativa

A paixão é um dos sentimentos fundamentais para o sucesso de um empreendedor. Você já deve ter ouvido alguém falar que não conseguia nem dormir de tanta empolgação com seu projeto.

E por que então eu comecei esse artigo falando de paixão se o título era sobre persistir?

Porque ao estudar mais para encontrar a melhor forma de responder essa pergunta tão importante e crucial para você, eu procurei uma lógica simples de analisar a persistência. E me dei conta de que um negócio e um novo amor têm muitas coisas em comum.

Para ficar bem fácil vou dividir em 3 momentos essenciais:

Momento 1. Hora de investir

Quando estamos apaixonados por alguém passamos grande parte dos nossos dias pensando e planejando como conquistar aquela pessoa, é uma fase de fascínio onde estamos cheios de energia e ideias.

Da mesma forma, quando nasce a ideia de um novo negócio, nossos olhos brilham e tudo nos leva a pensar e ter ideias para o novo projeto.

Nas duas situações essa é a hora de aproveitar a vibração do novo e investir tempo e dinheiro que tudo se concretize.

Momento 2. Hora de observar com os olhos bem abertos

Tanto na paixão amorosa como na paixão empreendedora após termos avançado as primeiras léguas é hora de enxergar a realidade com os olhos bem abertos.

Se você fez vários movimentos em direção àquela pessoa que está dominando seus sonhos e pensamentos e está tendo retorno real (a pessoa também liga para você e vocês saem juntos, andam de mãos dadas…), sinal verde para você, pode continuar investindo na relação.

Agora aqui você precisa ser realista consigo mesmo, encarar a verdade dos fatos e responder com sinceridade: a pessoa realmente está se apaixonando e o sentimento é mútuo ou isso só está acontecendo na sua mente? (tipo aquela piadinha de escola: ela é minha namorada, só não contei pra ela ainda).

No mesmo sentido ocorre com o seu negócio. É hora de avaliar o que está

acontecendo com verdade, sem tentar se enganar. Se você está tendo crescimento real, lucratividade, uma boa taxa de retorno sobre o investimento (ROI) e até mesmo oportunidades de expansão começam a surgir, sinal verde para sua empresa.

Agora, se isso não é claro como a luz do dia é hora de responder sem dó questões como:

– O negócio está realmente prosperando ou isso é só na minha cabeça?

– O produto/serviço que eu ofereço resolve as necessidades dos meus clientes e isso atrai novos clientes?

– Eu tenho observado de com atenção os meus clientes e a resposta deles ao meu produto/serviço? – ou só estou vivendo cegamente apaixonado pela minha ideia e pelo tempo/dinheiro que já investi nelas?

– O produto/serviço da minha empresa está atraindo resultados financeiros com possibilidade de crescimento?

No amor ou nos negócios se enganar e tapar o sol com a peneira só vão trazer consequências negativas.

Momento 3…

O artigo de hoje está bem repleto de conteúdos e por isso vou deixar você ter um intervalo para responder esse apanhado de perguntas.

Então nos encontramos aqui na semana que vem com o momento 3 e a forma de responder por completo a questão inicial. Combinados?

Contato

Me acompanhe e empreenda sua vida.

Contato

E-mail: [email protected]

Instagram: @isabellefeichas

#EmpreendaSuaVida #EmpreendaComBrilho