Hoje, tanto no ambiente de trabalho como fora dele as pessoas se comunicam muito pouco, ou de maneira pouco clara, acreditando que o outro sabe o que estão “querendo dizer” ou “tem a obrigação de saber”, afinal “é óbvio” e ainda tem aqueles que acreditam que “o silêncio diz tudo”, e que em vez de falarem o que querem o melhor é “dar indiretas”.

Com esta forma de não-comunicação são criados abismos entre pessoas, relacionamentos são destruídos, empregos são perdidos, oportunidades morrem sem nem mesmo terem a chance de serem apresentadas, familiares passam anos sem conversar… simplesmente porque a pessoa achava que a outra “tinha que saber”, afinal “aquilo era óbvio”.

Tenho que contar duas coisas importantes para você…

A primeira é que somos seres únicos e, portanto, pensamos e interpretamos as coisas de forma diferente, de acordo com nossas próprias experiências de vida, o que significa que a outra pessoa não tem a habilidade de adivinhar o que está se passando em nossos pensamentos, e certamente, porque enxerga o mundo através de suas próprias experiências, não vai pensar igual a você.

A segunda, e muito importante, é que o silêncio não comunica nem esclarece nada, e por vezes até complica sua vida, pois você não controla como o outro vai receber, interpretar e pensar sobre o que você não diz.

Eu mesma só fui aprender isto há alguns anos num treinamento em que participei, pois eu também vivia na ilusão de que as outras pessoas deveriam adivinhar o que eu queria sem eu precisar dizer, que era impossível que não soubessem… e hoje, depois de entender que me comunicar de forma clara e assertiva é essencial, eu vivo muito melhor com as pessoas, com minha família, e tenho muito mais resultados na minha carreira.

É necessário fazer uma pausa aqui para dizer que, quando a situação gera raiva, irritação ou sentimentos explosivos, antes do bom e fundamental diálogo, deve-se dar um tempo para esfriar a cabeça e pensar no que será dito, para evitar agredir ou magoar a outra pessoa.

Pensando nisso tudo foi que resolvi compartilhar esta reflexão e estas importantes informações com você, pois sei o tamanho da importância da comunicação na vida.

Aliás, não somente eu, mas o pai da administração moderna, Peter Drucker, afirma que “coisas tão óbvias não são feitas e, muitas vezes, conflitos entre gestores e subordinados ocorrem por tarefas não realizadas devido à falta de comunicação eficaz. Certamente, mesmo o óbvio, precisa ser dito.”

Ou seja, se você quer melhorar seus relacionamentos, quer ganhar um aumento ou ser promovido em seu trabalho, quer que os seus funcionários sejam mais comprometidos com a empresa, pois se a empresa cresce, todo mundo cresce, você precisa exercer a comunicação.

Então, de acordo com tudo que aprendi até hoje posso dizer para você que a melhor forma de se comunicar com as pessoas é falando, sendo claro e específico a respeito daquilo que se deseja ou se espera do outro, sempre de forma respeitosa e educada é claro. Faça uma tentativa!

Pense nisso e avalie o que você tem perdido na sua vida por falta de se comunicar melhor!!!

Contato: [email protected]

 

Autora:

Isabelle Feichas

Coach

Practitioner em PNL

Analista comportamental

Palestrante

Empreendedora

Idealizadora do Programa “Academia Mindset Empreendedor”

Trabalha com pessoas que desejam escrever suas próprias histórias de sucesso!

Formada em Direito pela UTP, em Professional Coach e Analista Comportamental pela SLAC, certificada pela International Association of Coaching – IAC, Practitioner em PNL pelo INEXH, Palestrante mentorada pelo Roberto Shinyashiki, aluna de um dos maiores coaches do Brasil Geronimo Theml e empreendedora desde criancinha.