Foto: Revista do RH

O substantivo judgement do inglês significa a capacidade de tomar decisões consideradas, de chegar a conclusões sensatas, ou seja, numa versão sintética, ter discernimento.

O discernimento por sua vez representa o bom senso, o critério, o equilíbrio e a prudência.

Resumindo… nada de pensar em ser juiz do mundo hein!!! Condutas de julgamento dos outros, de atitudes ou escolhas só trazem infelicidade, pois não temos o direito de sermos juízes da vida nenhuma outra pessoa, apenas de nossas próprias escolhas.

Então, voltando para o foco deste artigo, o julgamento aqui está relacionado à capacidade de observar todo o contexto para a tomada de decisões assertivas e alinhadas com os objetivos do negócio.

Nas palavras de Tony Robbins: “É nos momentos de decisão que o seu destino é traçado.” Assim sendo, o conjunto de decisões certas é o que levará a empresa ao sucesso. E isso vale em todos os níveis, desde o colaborador que serve o cafezinho até o presidente da empresa (afinal se a pessoa responsável pelo café colocar sal no lugar do açúcar, isso afetará diretamente todas as pessoas que tomarem café com sal… rsrsr no mínimo irão se sentir enjoadas ou desconfortáveis).

É claro que quanto maior o nível de responsabilidade do cargo que você deseja ter (ou do seu negócio), mais cresce a importância de desenvolver esta habilidade, que como algumas outras já identificadas nos artigos anteriores, é essencial à cargos de liderança.

Aqueles que estiverem mais preparados e treinados para tomar decisões rápidas em situações de alta complexidade, com foco em soluções, serão os mais desejados no mercado e estarão mais aptos a alcançar o sucesso.

Você empreendedor, líder ou colaborador tem a oportunidade de começar agora a se preparar para 2020 (e até mesmo para 2018).

O primeiro passo é ter clareza do que necessita e o segundo é buscar desenvolver aquilo que é essencial para atingir suas metas, dando sempre um passo de cada vez.

Existem vários livros e cursos no mercado que podem te ajudar nesse sentido. E se ainda não sabe identificar os talentos que já possui e definir os que precisa trabalhar, um profissional de coaching também é altamente indicado para te ajudar.

Quer conhecer as próximas habilidades indicadas pelo World Economic Forum (Fórum Econômico Mundial)? Acompanha aqui os artigos do blog.

Lembrando sempre que eu trago para você apenas uma pincelada de cada uma delas para que você tenha uma direção e possa buscar se aprofundar em livros, textos e outros canais.

Me acompanhe e empreenda sua vida!

Gostou desse artigo? Manda um e-mail contando para mim, isso me deixa muito feliz.

Pode enviar também sua dúvida ou comentário, quem sabe posso fazer dela o tema de um artigo do blog!

Contato: [email protected]

#empreendasuavida #empreendedorismo #trabalho #habilidades #futuro

Fonte: https://www.weforum.org/agenda/2016/01/the-10-skills-you-need-to-thrive-in-the-fourth-industrial-revolution/