Por Marini Fussek, fonoaudióloga*

Imagem ilustrativa – Foto: opas.org

De acordo com os últimos estudos, a cada 68 nascimentos uma criança está dentro do TEA (Transtorno do Espectro Autista).

O Transtorno do Espectro Autista afeta múltiplas áreas, mais especificamente na comunicação, comportamento e interação social.

Estudiosos neste assunto ressaltam a importância do diagnóstico precoce e consequentemente da intervenção/tratamento o quanto antes, pois verifica-se melhores perspectivas na qualidade de vida das crianças e seus familiares.

Outro ponto de fundamental é um dos mais importantes é a atuação da família em todo o processo de intervenção, no entanto é necessária a escolha de profissionais capacitados para atender e realizar as devidas orientações aos pais e educadores.

É necessário que os pais, ao perceberem alguns sinais significativos ou falhas no desenvolvimento e comportamento de seu filho, busquem imediatamente avaliação de um neuropediatra e no caso de ser diagnosticado com TEA, busque imediatamente a avaliação e intervenção da psicologia (na abordagem da Análise do Comportamento – considerada a mais efetiva), da fonoaudiologia e terapia ocupacional (integração sensorial) e demais profissionais recomendados pelo médico.

Sinais do TEA

Pouco contato visual, dificuldade na comunicação, de falar e expressar seus sentimentos e sensações, apresentar movimentos repetitivos, tendência de se interessar por apenas um determinado tema (exemplo carrinho, no entanto não brincam de carrinho com sua real função, mas sim ficam apenas girando a roda do carro), andar de um lado para o outro ou balançar as mãos (também chamados de movimentos esteriotipados).

O diagnóstico e intervenção precoce e os profissionais capacitados interferirá numa melhor qualidade de vida para as crianças com TEA.

*Sobre o blog:

O Blog Cotidiano em foco é feito pela equipe da INTEGRALLE formada pelas profissionais :

Ana Valéria Souza
Fonoaudióloga
CRFa 7370-PR
Formada pela PUC-PR
Fonoaudióloga Clínica desde 2000 atuando com intervenção nos distúrbios da comunicação.
Fonoaudióloga Educacional desde 2008 desenvolvendo projetos de prevenção, triagens, formação de professores e orientação aos pais.
Premiada pelo Sindicato das Escolas Particulares do Paraná pelo projeto “Crescendo e Aprendendo”(2015)

Profissionais da Integralle

Yasmine Hernandes David João
Psicóloga
CRP-08/24131
Formada pela Universidade Positivo
Psicóloga clínica, trabalha com crianças e adolescentes.
Atua com transtornos geralmente diagnosticados pela primeira vez na infância ou adolescência.

Marini Fussek
Fonoaudióloga
CRFª 4047
Especilista em Linguagem
Especialista em Distúrbios da Comunicação
Neuropsicopedagoga
Mestre em Educação
Fonoaudióloga clínica
Professora de Pós Graduação

A equipe INTEGRALLE – Centro de Atendimento Terapêutico e Educacional, oferece:
– Atendimentos clínicos
– Grupos focais
– Grupos de orientação e atualização do conhecimento
– Palestras
-Capacitações
– Público: pais e familiares, Escolas, educadores, acompanhantes terapêuticos, profissionais e estudantes da área da saúde e educação.