(Foto: Pixabay)

Os pais buscam saber quais etapas seus filhos deverão superar para um crescimento saudável e buscam se informar sobre os diferentes temas do desenvolvimento infantil. A retirada de hábitos de sugar chupetas e mamadeiras pode ser um exemplo.

Essas etapas são consideradas, por muitos, uma fase difícil, pois pode provocar importantes mudanças de comportamento, sono e até de apetite.

Contudo, estudos mostram que a continuidade desses hábitos por longos períodos pode levar a prejuízos para o crescimento da face, mal posicionamento dos dentes, a musculatura de lábios, língua e bochechas podem ficar mais “moles” trazendo prejuízos para a respiração e fala.

A retirada de tais hábitos, se realizada até os 02 anos de idade pode evitar que a criança fique mais infantilizada e continue falando errado por mais tempo.

Até os 02 anos, os movimentos de sucção contribuem para o crescimento dos ossos e o fortalecimento da musculatura facial, após essa idade, os movimentos mastigatórios devem predominar. Quanto maior a duração e permanência dos hábitos, maiores serão as consequências e as dificuldades em retirá-los.

Algumas dicas podem ser úteis para essa conquista: Substituir a mamadeira por um copo com canudo de um personagem escolhido pela criança. Reduzir o uso da chupeta durante o dia, retirar quando pegar no sono.

Mediante um “combinado” trocar chupeta/mamadeira por algo que seja significativo e marque a passagem de uma etapa para outra do desenvolvimento. Muitas famílias aproveitam datas comemorativas como Natal e Páscoa para “entregar” os objetos, essa estratégia pode ser um recurso para que compreenda mais facilmente o que “foi embora” pois, ela (e) já cresceu!!

*Sobre o blog:

O Blog Cotidiano em foco é feito pela equipe da INTEGRALLE formada pelas profissionais :

Ana Valéria Souza
Fonoaudióloga
CRFa 7370-PR
Formada pela PUC-PR
Fonoaudióloga Clínica desde 2000 atuando com intervenção nos distúrbios da comunicação.
Fonoaudióloga Educacional desde 2008 desenvolvendo projetos de prevenção, triagens, formação de professores e orientação aos pais.
Premiada pelo Sindicato das Escolas Particulares do Paraná pelo projeto “Crescendo e Aprendendo”(2015)

Profissionais da Integralle

Yasmine Hernandes David João
Psicóloga
CRP-08/24131
Formada pela Universidade Positivo
Psicóloga clínica, trabalha com crianças e adolescentes.
Atua com transtornos geralmente diagnosticados pela primeira vez na infância ou adolescência.

Marini Fussek
Fonoaudióloga
CRFª 4047
Especilista em Linguagem
Especialista em Distúrbios da Comunicação
Neuropsicopedagoga
Mestre em Educação
Fonoaudióloga clínica
Professora de Pós Graduação

A equipe INTEGRALLE – Centro de Atendimento Terapêutico e Educacional, oferece:
– Atendimentos clínicos
– Grupos focais
– Grupos de orientação e atualização do conhecimento
– Palestras
-Capacitações
– Público: pais e familiares, Escolas, educadores, acompanhantes terapêuticos, profissionais e estudantes da área da saúde e educação.