Por Marini Fussek

De acordo com muitos estudos, é possível destacar a importância de estimular a criança no desenvolvimento da linguagem oral para que o processo de leitura e escrita ocorra com motivação, satisfação e sucesso.

É importante que a criança inicie seu contato com o mundo das letras em casa, ou seja, comece a perceber a função e a utilização social da leitura e escrita através de seus pais. Afinal, as letras estão nos rótulos dos alimentos, nos ônibus, nas propagandas impressas, enfim, em toda parte.

A criança, ao chegar à Educação Infantil, terá oportunidade de aprofundar o conhecimento e a função da leitura e escrita por meio de diferentes atividades preparadas pelos educadores até levá-las à alfabetização.

Mediante estudos científicos, o ideal para que o processo efetivo da aprendizagem das letras, ou seja, a consciência de que as letras têm valores sonoros e formarão palavras com significados, ocorra por volta dos 6 anos.

Alerta às escolas que forçam e apressam o processo de alfabetização!

Para que a leitura e escrita tenham sentido, é necessário que a criança leia com compreensão. De nada adianta ler e não entender o que leu.

Na escrita, a criança passa por várias fases. Começa a escrever exatamente como fala – exemplo: [caza] e mais tarde, de tanto visualizar a palavra e conhecer as regras do português, passa a escrever de forma adequada.

Dicas importantes para os pais realizarem com as crianças: ler livros infantis, ler e escrever bilhetinhos, ler receitas de bolo, ler notícias interessantes à criança, ler o preparo de alimento descrito na embalagem e os rótulos, ler placas de propagandas nas ruas, etc.

Estimule, desperte o desejo e convide as crianças a mergulharem no mundo das letras para um crescimento cultural, social, acadêmico, pessoal e serem desde pequenos cidadãos reflexivos e conscientes da atuação na sociedade em que vivem.

*Sobre o blog:

O Blog Cotidiano em foco é feito pela equipe da INTEGRALLE formada pelas profissionais :

Ana Valéria Souza
Fonoaudióloga
CRFa 7370-PR
Formada pela PUC-PR
Fonoaudióloga Clínica desde 2000 atuando com intervenção nos distúrbios da comunicação.
Fonoaudióloga Educacional desde 2008 desenvolvendo projetos de prevenção, triagens, formação de professores e orientação aos pais.
Premiada pelo Sindicato das Escolas Particulares do Paraná pelo projeto “Crescendo e Aprendendo”(2015)

Profissionais da Integralle

Yasmine Hernandes David João
Psicóloga
CRP-08/24131
Formada pela Universidade Positivo
Psicóloga clínica, trabalha com crianças e adolescentes.
Atua com transtornos geralmente diagnosticados pela primeira vez na infância ou adolescência.

Marini Fussek
Fonoaudióloga
CRFª 4047
Especilista em Linguagem
Especialista em Distúrbios da Comunicação
Neuropsicopedagoga
Mestre em Educação
Fonoaudióloga clínica
Professora de Pós Graduação

A equipe INTEGRALLE – Centro de Atendimento Terapêutico e Educacional, oferece:
– Atendimentos clínicos
– Grupos focais
– Grupos de orientação e atualização do conhecimento
– Palestras
-Capacitações
– Público: pais e familiares, Escolas, educadores, acompanhantes terapêuticos, profissionais e estudantes da área da saúde e educação.