Marcos Stamm: novo diretor geral de Itaipu

Nesta terça-feira, pela manhã, quando esta coluna estava sendo fechada, o diretor do BRDE no Paraná, ex-governador Orlando Pessuti, me garantia que o atual diretor financeiro da Binacional Itaipu, Marcos Stamm, “será nomeado para substituir Luiz Fernando Vianna na direção geral da binacional”.

Explicou Pessuti que “a designação estava para sair ontem, segunda, pode sair hoje, terça, ou amanhã, quarta 11. É irreversível”.

Luiz Fernando Vianna deixou a direção Geral de Itaipu para atuar no grupo Delta, de SP, especializado em financiamento de energia.

ESCOLHA DO MDB

A escolha, deixou bem claro Pessuti, é do MDB, de todos os níveis do partido, “de todas instâncias partidárias nacionais. E com apoio integral do presidente Michell Temer. Interessa ao país.”

Garantiu que foram capital para a escolha de Stamm as articulações desenvolvidas pelo senador Sérgio Souza, com sua participação, de Pessuti.

DIRETOR INTERINO

Lembrou ainda o ex-governador que Stamm por diversas vezes assumiu a direção interina da Binacional Itaipu, em lugar de Luiz Fernando Vianna.

“Ele, Stamm, é a solução mais natural para substituir Vianna”, admitiu Pessuti, dizendo ainda que a indicação é igualmente bem vista “pela governadora Cida Borghetti e deputado Ricardo Barros”.

O MDB passa a ser a voz mais forte na Itaipu, com a indicação de Moreira Franco para o Ministério de Minas e Energia. Pelo menos nos próximos 8 meses.

MUDAM ASSESSORES

O que se sabe é que, com a gestão de Stamm haverá alterações no quadro de assessoramento ao Diretor Geral. Até porque alguns nomes teriam, notoriamente, “trabalhado contra ele nos últimos meses”, como garante fonte da binacional.

Michel Temer: apoio total; Orlando Pessuti e deputado Sergio Souza: articuladores.

LUIZ CARLOS PASSA BEM

Assembleia Legislativa: Luiz volta logo.

“É uma dor que não se recomenda ao pior desafeto”. Com esta expressão o deputado estadual (PP) Luiz Carlos Martins definiu ontem o seu ânimo, vitimado que foi de fissura na terceira vértebra. Esta situação levou-o a afastar-se nos próximos dias da AL. Mas sem licenciar-se, “pois logo estarei de volta”, disse.

Luiz será nas próximas horas submetido a cifoplastia (“preenchimento de vazio” da vértebra afetada) em clínica especializada.

Leia a coluna na íntegra, AQUI