O senador e presidenciável Alvaro Dias no lançamento, com Evaristo Miranda

“Tons de verde: a sustentabilidade a agricultura no Brasil” é o título do novo livro do pesquisador e chefe-geral da Embrapa Territorial, Evaristo de Miranda. O pré-lançamento da obra aconteceu na terça-feira (17 de abril), na Frente Parlamentar da Agropecuária, em Brasília, DF.

Além de deputados e senadores que compõem a bancada, estiveram presentes o senador Álvaro Dias e o ministro Blairo Maggi. Durante o pré-lançamento, Maggi destacou os dados apresentados pela publicação, que atestam a sustentabilidade da produção rural brasileira.

DEZ CAPÍTULOS

Ricamente ilustrado, o livro apresenta 10 capítulos: áreas protegidas do Brasil, áreas preservadas do Brasil, proteção e preservação ambiental, agroenergia renovável, cultivar a terra sem arar, intensificação tropical, integrações agropecuárias e florestais, industrialização do uso de agente biológicos, pecuária verde e reciclagem em larga escala, diversidades e singularidades.

PRIMEIRA EDIÇÃO

A primeira edição da obra sai com 7.400 exemplares, conta com o apoio de 15 instituições do setor e institucional do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento – Maggi, assina o prefácio. Exemplares custam R$ 127,50 e podem ser adquiridos pelo site da Martins Fontes: http://www.wmfmartinsfontes.com.br/.

Evaristo de Miranda é um dos diretores do Instituto Ciência e Fé de Curitiba. Parte da extensa bibliografia por Evaristo produzida está no site do Jornal Universidade: http://www.cienciaefe.org.br/.

Um Minicurrículo pode ser encontrado também no site da Embrapa: https://www.embrapa.br/equipe/-/empregado/185062/evaristo-eduardo-de-miranda.


GLEISI GRITA, PAULO BERNARDO SE ESCONDE

Paulo Bernardi: recluso

Ele já foi um dos 60 mais poderosos do Brasil. No início do governo Dilma, em 2011, Paulo Bernardo tornou-se o todo-poderoso ministro das Comunicações. Em suas mãos estavam o novo marco regulatório das comunicações e o marco civil da internet. Apesar da pressão, o petista jamais se rendeu à pressão da ala mais radical do partido para criar sovietes dentro das redações. Com o escândalo do Ministério das Comunicações e o empréstimo fraudulento a aposentados públicos, Bernardo se tornou um recluso. Diferente da mulher, a senadora Gleisi Hoffman (PT), que continua gritando nos palanques pró-Lula, ainda que já tenha virado ré na Lava-Jato, assim como Bernardo. O ex-ministro tem dito a amigos próximos que não ficará muito tempo na cadeia, caso seja mandado ao Complexo Médico Penal em Piraquara. Sua tendência é mesmo a delação premiada. A justificativa? Há filhos pequenos para criar, etc.


MP DE CONTAS APURA EVENTUAIS IRREGULARIDADES NA SAÚDE

Prédio do TCE-PR

Nesta semana o MP de Contas do Paraná começou a protocolar, junto ao Tribunal de Contas (TCE-PR), diversas representações, que visam apurar possíveis irregularidades na compra de medicamentos e contratação de médicos plantonistas, pelos municípios do Estado. Os relatórios também estão sendo entregues aos Promotores de Justiça do MP Estadual, para que sejam tomadas as devidas providências.

FISCALIZANDO

Essas representações são fruto dos projetos especiais desenvolvidos pelo órgão ministerial na área da saúde. Desde o ano passado o MP de Contas tem se dedicado ao desenvolvimento de projetos de atuação proativa, para uma fiscalização mais eficaz da Administração Pública. De lá para cá foi possível identificar uma série de irregularidades, inclusive com potencial de danos ao erário, segundo informa o a assessoria de comunicação o MP de Contas do Paraná.


ROCHA RADIOGRAFA SISTEMA SUPLEMENTAR DE SAÚDE

Luiz Carlos Rocha: olhar crítico

Luiz Carlos da Rocha, advogado de ampla presença na vida curitibana, comandante de uma banca requisitadíssima, mostra também sua face de escritor de temas de interesse geral e conotação jurídica. Tal como ocorre com o livro “O Direito à saúde e o sistema suplementar”.

O lançamento será nesta quinta-feira, às 19 horas, na ABRAMGE, Rua Marechal Floriano, 306, sala 194. A publicação de Rocha lança olhar crítico sobre o sistema suplementar de saúde, tornando-se leitura essência para os que atuam nessa área e o público em geral.

EXTENSA PESQUISA

A Editora Contracorrente assim apresenta a obra:

A Editora Contracorrente tem o prazer de trazer a seu público o excelente estudo “O Direito à saúde e o sistema suplementar”, cuidadosamente escrito pelo conceituado advogado Luiz Carlos da Rocha.

Fruto de extensa pesquisa e experiência na área, o livro de Luiz Carlos da Rocha analisa a constitucionalização do direito à saúde e o papel desempenhado pelo sistema suplementar.

Longe de realizar apenas uma catalogação da disciplina constitucional, o livro é obra preocupada com a construção de uma compreensão adequada do sistema suplementar de saúde na perspectiva do regime jurídico dos direitos fundamentais e da constitucionalização do direito infraconstitucional.

A obra ainda traz anotações à Lei n. 9.656/98, que dispõe sobre os planos e seguros privados de assistência à saúde.

Este livro, pois, ao ter lançado um olhar crítico sobre o sistema de saúde, em especial sobre o sistema suplementar de saúde, converteu-se em contribuição fundamental para a apreciação do tema por especialistas e interessados em geral.”


CANDIDATOS (1)

PV ENTRA NA CAMPANHA DE RATINHO

Dep.federal Leandre Dal Ponte: adesão

O Partido Verde (PV) anunciou nesta terça-feira (17/04) o apoio ao pré-candidato ao governo do Paraná, deputado estadual Ratinho Júnior. O PV é o quinto partido a entrar na base do deputado que passa a somar o apoio de 30 mil filiados e 106 vereadores, além de oito prefeitos e 11 vice-prefeitos.

OBJETIVOS

O anúncio do apoio oficial foi feito na sede do diretório estadual do PV em Curitiba e contou com a presença da deputada federal Leandre Dal Ponte, do presidente estadual do partido no Paraná, Francisco Caetano Martin, o “Chico do PV”, e de outras lideranças de várias regiões do Paraná.

A deputada Leandre disse que a decisão do PV foi baseada em um alinhamento com os princípios do partido. “O nosso principal objetivo é a proteção do ser humano, buscando uma economia sustentável. Encontramos essa mesma determinação no Ratinho Júnior. Muito mais do que pensar na próxima eleição, ele vem com outros valores, com um pensamento inovador.

Leia a coluna completa clicando AQUI