Oriovisto Guimarães: preparando os caminhos

O professor Oriovisto Guimarães, um dos empresários mais bem-sucedidos do Sul brasileiro, fundador e homem forte do Grupo Positivo, está mesmo com um pé na candidatura ao Senado. Deve compor com o Ratinho Junior, pré-candidato do PSD e aliados, ao Governo do Estado.

Homem normalmente discreto, exemplo de ’self-made man’, Oriovisto deve lastrear sua campanha no discurso da ficha limpa e, especialmente, apresentar-se como modelo de alguém que “se fez por si só”, sem herança, sem facilidades.

FORMAR IMAGEM

A novidade: o antigo educador, ex-conselheiro do Conselho Estadual de Educação e membro da Academia Paranaense de Letras contratou uma equipe e craques em formação de imagem pública. É o primeiro passo que dá, concreto, na tentativa de ir para Brasília.

E à equipe deu incumbência “para ontem”, informa fonte ligada a Oriovisto: que o grupo pesquise sua vida e obra e escreva uma alentada biografia dele.

A intenção é fazer do futuro livro “pièce de resistence” de sua estreia nas urnas.


BOAS E MÁS FAKE NEWS?

As mídias do país e do mundo, em polvorosa, agora mesmo estão fazendo campanha para derrubar as notícias falsas do ‘top ten’ de acessos. Os dados são estarrecedores e são tema de reportagem da edição de junho da Revista Bonijuris, publicação jurídica especializada, que nasceu em Curitiba em 1989, e passou por uma renovação gráfica e editorial para deixar as concorrentes comendo poeira.

VELOCIDADE 70% MAIOR

A campanha parece legítima. A velocidade da mentira é estarrecedora, donde o provérbio “a mentira tem pernas curtas” deve cair, breve, em esquecimento. A fake news de conteúdo político age três vezes mais rápido que uma notícia verdadeira sobre o tema e, no geral, tem velocidade 70% maior velocidade quando se trata de acertar o alvo do outro lado, o usuário, e instá-lo a compartilhar e curtir.

VERSÃO DA VERDADE

É mesmo preocupante e a mídia, aquela que divulga sempre a melhor versão da verdade (Carl Bernstein), e não a verdade filosófica (o prato de filósofos gregos é farto) tem razão em ficar preocupada.

CAROÇO AFRODISÍACO

Mas espere aí. O que são essas notícias ao pé das home pages com o selo “patrocinado”? Quem pensou em anúncios pagos, acertou. Mas há um detalhe: as notícias patrocinadas carregam risco altíssimo de serem fakes. Ou o leitor há de acreditar que caroços de abacate quando engolidos inteiros possuem poderes afrodisíacos?

É MELHOR VER

Está aí um problema que a grande imprensa brasileira (e mundial) precisa enfrentar. Se a questão é combater a fake news na trincheira adequada, é bom não deixar a retaguarda livre para que as notícias patrocinadas ataquem os flancos e causem uma destruição sem precedentes. Anúncio é anúncio. Notícia é notícia.

Agora mesmo, se você correr na barra de rolagem até o pé da página de qualquer grande jornal, a Folha de S. Paulo, por exemplo, irá encontrar patrocinadas que destacam o seguinte: “Petrobras pode sofrer com movimento militar dos EUA”.

VENÇA O AÇÚCAR

Ou: “Idosa vence açúcar no sangue de forma inusitada e choca especialistas”. Na foto, ela faz sinal de paz e amor (ou vitória) e faz biquinho pintado em batom rouge. Assanhada, hein? Sim, são notícias patrocinadas, mas que se disfarçam de notícias verdadeiras. A primeira paga por uma corretora e a outra por um site de saúde. E é aí que está o problema. As mídias estão preocupadas com a propagação e disseminação das fake news, porém, ao que parece, quando se trata de fake newsremunerada (ainda que mentirosa), fingem que não veem. Pois é melhor ver.


LUIZÃO É A GRANDE APOSTA DO PRB À CÂMARA

Ex-ministro Marcos Pereira e professor Luizão: negociações

O ex-prefeito de Pinhais, professor Luizão, que deixou a Prefeitura com 94% de aprovação, está entre os nomes que o PRB aposta como entre os prováveis a serem eleitos pela legenda para a Câmara dos Deputados. Vem com toda força da região Metropolitana de Curitiba, acredita o partido criado e apoiada pela Igreja Universal do Reino de Deus.

MELHOR MUDANÇA

Um assessor direto de Luizão admitiu ontem à coluna que “o PRB foi alternativa mais prudente, na hora em que ele teve de deixar a antiga legenda, o PT.”

Nas outras legendas o Luizão só encontraria caciques de alto coturno no Paraná, explicam interlocutores do professor para justificar a mudança “da água para o vinho” que foi a saída do PT e o ingresso do ex-prefeito no PRB.

O homem forte do PRB nacional, ex-ministro Marcos Pereira, bispo licenciado da Universal, teria gestionado com Luizão para a mudança partidária.


ILANA VAI PARA O MON

Ilana Lerner

No começo da tarde desta quarta, 25, a governadora Cida Borghetti deixava clara ter escolhido Ilana Lerner para dirigir o MON, o Museu Oscar Niemeyer.

A jornalista, com crônicas presentes na revista Ideias, assumirá com o compromisso de ampliar e dar nova dimensão a uma das mais significativas instituições culturais do país.

Quem não faltará à posse de Ilana é seu pai, Jaime Lerner, criador da instituição em seu último governo, materializada graças as ações contínuas de Alex Beltrão.

Salve a Ilana, salve, salve.

Leia a coluna completa aqui